De volta!
Sexta, 07 de Novembro de 2014

É com muito orgulho e satisfação que retorno a conviver com vocês aqui pelo Folha do Noroeste, eis que ficamos seis meses afastados em razão da participação do último pleito eleitoral.

Já estava com saudades daquele “friozinho na barriga”, na véspera de cada escolha dos temas, dos assuntos e do que escrever. Este compromisso semanal faz a gente sempre manter o vínculo e refletir sobre como “bater um papo” agradável, sereno e com muita humildade.

E neste retorno, não poderia abster-me de escrever sobre minha experiência de ter sido candidato a deputado estadual e assim o faço de cabeça erguida e feliz pelo dever cumprido.

Foi uma experiência maravilhosa, onde suamos e descansamos, rimos e choramos, surpreendemo-nos e decepcionamo-nos. Percorremos 162 municípios e fizemos votos em 174 municípios do Estado, onde atingimos 6.287 votos no total. Parecia pouco no início, mas agora, mais tranquilo, vemos que fizemos bastante. 

Sim. Tivemos em torno de apenas R$ 27 mil em doações, onde tínhamos um carro alugado e os profissionais eram colegas e amigos. Só. No peito e na raça. Com uma sigla do PSB ainda nascendo na região, sem estrutura e uma meia dúzia de filiados. E mesmo assim estou orgulhoso de ter tido pessoas, verdadeiros amigos que não ganhavam nada, além de uma café da tarde, após entregarem material de campanha nas casas. Mas era uma verdadeira família espalhada pela região de Frederico, Palmeira e Três Passos. 

Como não ficar orgulhoso de que na cidade que me acolheu, obtive 2.347 votos de reconhecimento ao meu trabalho, ficando em segundo lugar como candidato mais votado. Preciso ainda fazer um reconhecimento à votação expressiva que fiz no município de Alpestre e São José das Missões.

Fizemos uma campanha de amigos e amigos inexperientes, mas com muita vontade, apenas isso. Nunca ofereci nada em troca, nunca prometi nada, apenas pedia a confiança a todos e de que honraria seu voto, caso ainda não tivessem se decidido. Sem agressão, sem brigas. Sabemos que escolhas e apoios anteriores trouxeram consequências negativas e positivas, e acredito que aprendemos neste quesito político.

Quero agora ajudar a consolidar a marca PSB 40 na região, eis que na minha pré-trajetória fez-me migrar por três partidos diferentes, buscando espaço até conseguir o sonho de ser candidato. Mas agora que a porta foi aberta, será agora que levantaremos esta bandeira.

A vida mostra-nos obstáculos que às vezes parece impossível de que consigamos vencê-los, mas ela também coloca ferramentas ao nosso lado para que possamos lutar, correr, viver, amar e ser solidário, sempre buscando o nosso objetivo. 

E estas ferramentas chamadas de amigos estão sempre ali, e não temos prazo para vencer. O que vence o prazo é a força. Esta sim, se você deixar de lado, você corre o risco de parar e se parar você não avança, e se não avança... 

Comentários