Show de luzes!
Sexta, 29 de Maio de 2015

Perdoem-me meus amigos gremistas, mas quando escrevo esta coluna, ainda estou sem voz do jogo de quarta-feira. Claro que consigo escrever esta coluna sem voz, mas ainda estou contagiado com a emoção que o futebol consegue proporcionar pra gente. Ainda mais nós colorados, que ficamos 25 anos apenas nos contentando com uma Copa do Brasil.
E de repente foram tantos títulos nesta nova geração, que deixa-nos extasiados de emoção e orgulho de ostentar nosso manto vermelho.
Mas além da vitória dramática pela Libertadores, preciso relatar o fantástico show de luzes. O Beira-Rio se apaga, e os celulares balançam-se no ritmo de músicas coloradas. Muito lindo e extraordinário. Claro, que se tivéssemos perdido, acho que não sobraria celular pra isso. Mas ninguém queria deixar o Beira Rio.
Mas o apagar das luzes, por si só, nos fascina. Em qualquer ambiente, nos transporta para um mundo à parte. O céu fica mais perto, a emoção se aflora e temos a luz em nossas mãos.
Acho que devemos apagar nossas luzes, não a nossa própria, pois ela nos guia. Devemos apagar as luzes externas, para que possamos aprender a iluminar nossos caminhos. Olhar a beleza que surge no escuro. Olhar a beleza das coisas.
Pena que às vezes não consigamos ligar uma luz dentro de nossa alma ou de nossa cabeça. Quantas vezes seriam importantes pra gente compreender o que acontece lá dentro.
Mas enquanto não é possível, apaguemos as luzes em nossa volta, para que possamos focar nosso caminho. Falando em caminho, vou precisar de muita bateria, pois são 900 quilômetros por semana que faço para continuar o convívio com a cidade que amo. Já faz dois anos que estou na estrada, mas mesmo com todas as dificuldades, minha luz continua focada para o município que me acolheu.
E quanto mais a gente apaga as luzes, mais a gente vê que não somos nada quando comparamos com o que nos rodeia. Que na verdade somos como um vaga-lume solitário voando pelo matagal, mas não significa que nossa luz não seja importante em toda esta estrutura que guia nossa vida, que guia nosso mundo.
Experimente tirar a luz do vaga-lume.

Comentários