Trânsito assustador!
Sexta, 02 de Outubro de 2015

Que loucura esse trânsito. Não sei mais o que acontece. Carros estressados, desnorteados, enlouquecidos. Carros? Ou pessoas?
Um amigo meu esses dias disse a uma condutora de idade avançada: - sua porta está aberta! Ela respondeu: - Vá você!
Ninguém imagina uma conduta diferente. Todo mundo anda raivoso.
Quando busco minhas filhas na escola, não há um dia em que não flagramos um carro na faixa de segurança. É constrangedor. Olho para o condutor com uma cara feia e ao mesmo tempo para a faixa de segurança achando que vai mudar algo. Nem me dão bola.
Dá vontade de pedir que abram as portas do veículo e que as crianças passem por dentro do carro. Minha filha já diz: - Pai, não fala nada.
Perdemos o respeito. Ninguém respeita mais nada.
Espaço de idoso é fantástico. Pois temos vagas garantidas. Espaço que não é respeitado. Tem cada idoso de 20 anos! (risos)
O indicador dos veículos que outrora era usado para alertar que o veículo quer dobrar para a esquerda ou direita, agora serve para indicar que vou dobrar. Não avisamos mais. Não alertamos mais. O sinal é apenas pra dizer que vamos dobrar e pronto.
O sinal amarelo do semáforo que aprendemos ser de advertência, onde devemos diminuir a velocidade, pois logo ficará vermelho, mudou de função. Agora o sinal amarelo significa: acelere que já vai fechar!
Em compensação, tem os adeptos da sinaleira fechada. Sim, aqueles que acham uma maravilha quando o sinal fecha, pois aproveitam para colocar o Whatsapp em dia. Sim! Olhe na sinaleira e verá que a grande maioria dos condutores está com os telefones na mão. É vergonhoso, uma epidemia! Mas pelo menos não incomodam na sinaleira.
Essa semana, um condutor em Novo Hamburgo efetuou dois tiros contra um veículo, onde atingiu uma mulher e seu filho, que corre risco de ficar paraplégico.
Segundo o delegado há indícios de crime de trânsito. Pode isso? É assustador.
Não sou exemplo pra ninguém. Também me estresso. Mas temos de mudar isso. Acredito que uma matéria de educação no trânsito nas escolas cairia bem. Mudar o futuro, pois nossos condutores não têm mais jeito.
Já estamos acostumados a agredir, burlar regras, usando o carro como uma verdadeira arma de guerra.
Temos que dar um basta nisso daqui pra frente. Todos os dias abrimos os jornais e vemos acidentes e mortes. Falta fazer um trabalho na base. Forte. URGENTE!
Não temos mais tempo. Ou vamos confiar no Whatsapp nas sinaleiras?

Até semana que vem!

Comentários