“Você quer brincar na neve...!”
Sexta, 06 de Novembro de 2015

Acho que já assisti uma dezena de vezes o filme Frozen, que desde 2013 encanta os corações de crianças, jovens e adultos no mundo inteiro. Ele é um filme que nos mostra “o ato de amor verdadeiro” capaz de descongelar um coração. Capaz de trazer o “verão” de volta. Suficiente para aquecer nossos sentimentos. 

Mas também mostra a dificuldade que temos de encarar nossos medos. A dificuldade que temos de retirar nossas “luvas” e administrar nosso poder. O poder de destruir e construir. O poder que pode ser controlado. Não devemos fugir, achando que assim será melhor.

Como não lembrar-nos da música quando nossa querida Rainha Elsa canta “livre estou...”!! Ela se sentia livre, pois acreditava que não machucaria mais ninguém e que seus “defeitos” ficariam escondidos.

Parece mais fácil fugir né. Como é difícil lidar com isso. “De longe tudo muda... parece ser bem menor... os medos que me controlavam... não vejo ao meu redor”. Fugir realmente é mais fácil. Não conversar sobre os problemas. Empurrar na verdade. Congelá-los.

Na vida ficamos decepcionados com muita coisa, mas às vezes as decisões que tomamos atingem um reino inteiro. Temos de aprender a direcionar nossos raios de gelo para não atingir a tudo e a todos. Eu confesso que tenho dificuldade nesse aspecto. E isso que não temos o poder da Elsa.

Temos que brincar na neve. Temos que encarar nossos objetivos. “Você quer brincar na neve?” Enfrentá-los como a Princesa Ana. Pois no caminho vamos encontrar pessoas que irão se aproximar apenas por interesse. 

Seja na neve, seja onde for devemos sempre estar preparados para aquecer o coração de quem nos ama e de quem espera de nós apenas o amor. Não duvidemos do amor. O amor mantém o calor aquecido. 

Mas se ao problema for na cabeça, aí fica mais dificil. O coração é mais facil de aquecer. E “por uma vez na eternidade eu não vou estar só”

“Você quer brincar na neve?”

 

Até semana que vem!

Comentários