A importância de estabelecer e atingir metas
Sexta, 13 de Dezembro de 2013

 

Você já ouviu falar que todos nós devemos estabelecer e traçar metas para a nossa vida? Sim, estabelecer metas é o primeiro passo para alcançarmos algo em nossa vida, tanto pessoal quanto profissional. Depois é claro, devemos estabelecer os objetivos e as estratégias de como atingirmos as nossas metas. Abaixo trago algumas características que o terapeuta Jeff Binder, presidente da Living Light Essences, do Canadá, estruturou, o qual ele chama de “Sistema de Cura” (Healing System), que tem como primeiro estágio o estabelecimento de suas metas. A meta é um resultado futuro que você quer alcançar. Segundo Jeff, algumas das características de uma “boa” meta são:

Tempo do verbo no presente: escreva a meta como se ela de fato já estivesse ocorrendo. É melhor “estou gozando de ótima saúde física” que “pretendo melhorar desta gastrite”.

Linguagem positiva: evite o “não”. Escreva “eu me lembro de todos meus compromissos” em vez de “eu não quero esquecer meus compromissos”.

Ser clara, precisa e objetiva: em vez de redigir “sou um bom profissional”, é melhor escrever “ocupo um cargo de gerência em minha empresa”. Isto possibilita a você mensurar o progresso.

Precisa ser realista e atingível: se tenho um cargo inicial numa empresa, ter uma meta de comprar um iate de US$ 2 milhões não é realista, pelo menos no curto prazo. Não há nada de errado em querer metas ambiciosas, mas lembre-se de dar um passo de cada vez, pois caso contrário o risco de se perder no meio do caminho é grande.

Deve ter um prazo associado: toda meta deve ter um prazo que seja realista. Caso contrário, você cai na armadilha “algum dia vou começar a fazer caminhadas matinais”.

Deve estabelecer a maneira pela qual você quer atingir sua meta: procure colocar a maneira pela qual quer agir. Considere palavras como “calmamente”, “harmoniosamente”, “prazeirosamente”.

Direcionada a um propósito saudável: metas que sejam condenáveis eticamente, ou que prejudiquem outras pessoas acabam tendo finais tristes. Não invista nisto.

Estar motivado/ ser desafiadora: a meta deve trazer em si a alegria, a energia (tesão), para que eu possa mobilizar toda a minha vontade para a sua realização.

Poucas metas: não comece seu plano com muitas metas simultâneas.

Visualize sua meta: com figuras, retratos ou símbolos do que quer alcançar.

Escreva e assine: é fundamental assumir o compromisso consigo mesmo, escrevendo e assinando.

Que possamos aplicar essas preciosas dicas em nossa vida. Sucesso a todos.

Comentários