Lições que a sala de aula não ensina
Sexta, 04 de Setembro de 2015

Nesta coluna vou me utilizar de algumas dicas que são consideradas essenciais para o mercado de trabalho e que a faculdade não ensina. O artigo foi publicado no site administradores.com. O escrito inicia dizendo que: Algumas lições, nenhuma faculdade ensina, mas o mercado de trabalho cobra. Notas altas não significam, necessariamente, excelência profissional. Estudos mostram que os recrutadores não andam muito satisfeitos com os currículos e nem com o desempenho de candidatos em processos seletivos. E o principal motivo não é a má formação acadêmica, mas a inabilidade para tarefas que se precisa aprender fora da sala de aula. A revista Exame ouviu vários especialistas e elencou algumas habilidades não ensinadas na faculdade que o mercado exige e os profissionais precisam aprender. Selecionamos seis delas abaixo. Confira:

Ser multicultural. Quem quiser alçar voos mais altos na carreira, inevitavelmente vai precisar lidar com profissionais de diferentes culturas. Além disso, ser um profissional multicultural é importante para compreender o mercado de maneira ampla. Na faculdade, salvo os casos de intercâmbio, são poucas as chances desse contato acontecer.

Trabalhar em equipe. Na faculdade, fazemos trabalhos em grupo com amigos. No mercado, vamos ter que trabalhar com quem for necessário, independente de ser aquele amigo próximo, que - inclusive - faz sua parte no trabalho quando você não pode. Na vida profissional, é preciso mais que dividir tarefas, é fundamental saber compartilhar ideias.

O networking. A faculdade dificulta o networking, uma vez que os alunos se acostumam com as mesmas pessoas, lugares e eventos. No mercado, vai ser necessário interagir com diferentes profissionais, prospectar clientes, criar vínculos para gerar oportunidades.

A interdisciplinaridade. É comum ter disciplinas isoladas na faculdade. No entanto, elas sempre devem ser utilizadas de forma conjunta no trabalho. Entender isso acaba sendo um desafio para muitos jovens que foram acostumados a acessar o conhecimento sempre de forma fragmentada.

Saber contratar. Contratar é infinitamente mais complicado que convidar alguém para fazer parte do seu grupo em uma disciplina. A seleção é bastante diferente e, nela, não há amigos.

Saber negociar. Na faculdade, os raros acordos são feitos entre amigos e quase nunca envolvem guerras por espaço e prestígio. "As pessoas chegam muito ingênuas no mercado”, diz um dos especialistas ouvidos pela Exame.

Pensemos nisso, sucesso a todos e até semana que vem. 

Comentários