Quem é você?
Sexta, 14 de Julho de 2017

Nesta coluna vou discorrer um pouco sobre o nosso eu interior, sobre quem realmente nós somos e qual nossa missão neste mundo. Você já parou para pensar qual é sua missão neste mundo? Qual é o seu propósito como ser humano? Como cidadão? Como cristão? Como empreendedor? Como empregado? Como filho? Como esposo? Como amigo? E aí? Tens a resposta? Sim? Não? Por quê? Se ainda não temos a resposta para as perguntas acima, está na hora de tirarmos um tempo para nós, para pensarmos o que estamos fazendo com nossa vida, como estamos aproveitando e vivendo as 24 horas diárias que Deus credita a cada novo amanhecer em nossa conta. Sou uma pessoa feliz? Sou uma pessoa realizada? Sim? Não? O que estou fazendo para me tornar uma pessoa melhor a cada dia? O que estou fazendo para construir e buscar a minha realização pessoal e profissional? Estou tirando tempo para cuidar do meu eu interior? Para cuidar do meu lado espiritual e emocional? Como está o meu coração? Aqui não falo apenas dos aspectos físicos, mas principalmente do emocional. Como estou cuidando das minhas emoções? Estou alimentando o meu lado espiritual? Independente do credo religioso que temos e professamos, precisamos acreditar em algo, em um ser superior, em alguém que nos escuta, nos orienta e nos guia. E aí? Estou tirando um tempo das minhas 24 horas diárias para meditar, para escutar o meu eu interior? Para agradecer as inúmeras bênçãos e graças que diariamente recebemos em nossa vida? O que eu fiz hoje que melhorou o meu dia? O que eu fiz ontem que me deixou frustrado que hoje e amanhã não vou mais fazer e repetir? O que eu fiz hoje que me senti bem e quero repetir e compartilhar com outras pessoas? Como estou alimentando minhas emoções? Como estou controlando as minhas emoções? O que estou lendo? O que estou assistindo e conversando que pode alimentar o meu eu interior de boas energias e sensações de felicidade e realizações? Estamos vivendo, infelizmente, em um mundo cada vez mais solitário, individualista e de pessoas doentes, e muitas vezes ocasionado pelo nosso eu interior, pela forma como agimos e nos comportamos diariamente, por não tirarmos tempo para pensar, meditar e alimentar nossa alma e nossa mente de boas energias. Volto a perguntar: você está feliz? Está realizado com a maneira como está vivendo a sua vida? Quem é você? O que diz seu coração? O que está fazendo para tornar-se uma pessoa melhor, mais feliz e realizada? Nossas atitudes diárias nos tornam indivíduos melhores ou piores, está em nossas mãos sermos pessoas mais felizes e realizadas ou pessoas frustradas e amarguradas. Depende única e exclusivamente das nossas atitudes nos tornarmos pessoas mais felizes e realizadas. Pensemos nisso e que possamos encontrar a cada dia as inúmeras respostas para o meu eu interior. Sucesso a todos e até a próxima.
 

Comentários