Invista em você
Sexta, 08 de Novembro de 2013

Já abordei inúmeras vezes nesta coluna sobre a importância de investirmos em nós, na nossa carreira e na nossa felicidade. Sei que muitas vezes, pela correria do dia a dia, acabamos deixando isso para segundo, terceiro plano. Mas isso não é nada bom, devemos priorizar a nossa vida, o EU, pois se nós não investirmos em nós mesmos, ninguém o fará. Nós somos os timoneiros da nossa vida, se não a direcionarmos no rumo certo vamos arcar com as consequências. Estamos nos encaminhando para o final de mais um ano, nada mais oportuno reprogramarmos as nossas ações e atividades. Nesta coluna vou me utilizar de ideias da escritora Neila Navarro, a qual aborda algumas dicas sobre por que e como podemos investir em nós mesmos. Ela diz que “Nós somos um produto de muito valor.” Ela continua e diz que, assim como mercadorias e serviços, as nossas competências e habilidades que possuímos são os nossos melhores talentos. Por isso, merecem a mesma atenção, o mesmo respeito e as mesmas estratégias e planejamentos que qualquer empresa aplica para se oferecer ao mercado. O seu talento e a sua competência devem estar disponíveis ao mercado e àquelas empresas que possam lhe dar um retorno compatível ao investimento que você fez em si mesmo ao longo do tempo. E ela nos faz refletir, ao perguntar:

“Agora, como ser um “produto de valor” dentro de um cenário tão instável e de competição cada vez mais acirrada por oportunidades de trabalho? A solução é exatamente aquilo que você tem de mais valioso: VOCÊ MESMO. O seu diferencial, a sua marca, a sua autenticidade! Isto demonstra porque você não é mais um. O seu diferencial está no grau de comprometimento e de iniciativa que você tem com tudo o que faz, nos resultados que você sabe que é capaz de gerar, nas soluções que você sabe que pode agregar ao negócio em que estiver.” Ela continua e diz que:

“Quem se valoriza identifica no marketing pessoal a oportunidade para dar visibilidade a sua capacidade e profissionalismo. E percebe que marketing e ética estão intimamente ligados, que valorizar o que temos de mais original, nossa marca, aquilo que só nós mesmos temos está voltado à realização pessoal e profissional e ao bem-estar que nos cerca. Investir no seu marketing pessoal é investir na sua autenticidade, ter uma imagem positiva, entusiasmada. Assim como o produto necessita de uma bela identidade visual, uma boa embalagem, você também tem que ter o mesmo cuidado com você. Atraia a atenção dos outros através da motivação, capacidade e habilidade não só em se comunicar, mas mostrar qual é a sua competência”. Pensemos nestas dicas e que realmente possamos refletir sobre como estamos investindo na nossa vida pessoal e profissional.

Sucesso e até semana que vem.

Comentários