O Futuro Já Chegou!
Sexta, 30 de Outubro de 2015

Ouvindo Stairway to Heaven – Led Zeppelin

O Dia e a hora que pareciam distantes, bem distantes, chegaram assim de mansinho e o Delorean prateado pousou num cenário de sonho, com os passageiros desta louca aventura, um tanto diversos daqueles que nos acostumamos ver e imaginar, digamos assim, mais experientes e sem tanto viço de pele, mas ali, inteiros, nem tanto cabelo como outrora e digamos que esta seria uma das novidades que Doc poderia tirar de sua caixola mágica e também aquela previsão quase milimétrica do tempo, digamos que ele, o tempo, faz bem para alguns e para outros nem tanto.. Ao ver o comparativo das personagens a única que ficou bem na foto foi a Lorraine, mas o que esta viagem no tempo nos mostra? Não tem ainda skate que flutua (pelo menos não comercialmente) nem outras invenções, ainda temos problemas com valentões, com políticos nefastos e com a corja dos sem serventia que andam por aee de microfone em punho, arrotando santidade, mas enfim, a única máquina que não consegue mostrar é a do caráter.. Neste tempo entre a produção da época e o agora, tanta coisa alterou a forma, nem tanto como gostaríamos, ainda existe muito veneno na comida, e falta ainda mais humanidade no coração de muitos, a sociedade de plástico, a da mais valia, ainda impera, e protege uma casta que sobrevive a custa de seus iguais, não que os trate assim com igualdade, ao contrário, é muita hipocrisia, num dito memorável de Cortella “com uma simpatia forjada e circunstancial” da próxima vez que encontrar o “cara de madera” aquele pergunte como vai a “sua simpatia forjada e circunstancial ?” eheheh.. certamente a máscara cairá.. Tem gente que tem diploma nisso.. Dá urticária de ficar perto.. E falam pelos cotovelos, pobres diabos, não pensam em outra coisa, a não ser poder e dinheiro, tudo isso a qualquer custo, que alguém progrida perfeito, mas ser escravo disso em troca deste tipo de prêmio? Sinceramente.. Dalai Lama professou certa feita, o homem troca sua saúde por dinheiro e depois gasta o dinheiro para ter saúde.. Observa, vigia a ti mesmo, tuas palavras, teus atos, vai atrás do teu sonho, mas não pise nem faça ninguém tropeçar para avançar, uma vitória neste caso para sempre estará suja e, pode ter certeza isso fica impregnado, e o éter, o universo acaba fazendo os devidos descontos, nem sempre saborosos como imaginam os trapaceiros..

Que o Delorean faça outra viagem, e que em sua próxima parada tenhamos outras histórias para narrar, talvez com o sabor tenro e dócil de um conto daqueles que as avós contam para netos, que irriquietos ainda pedem para que ela fale dos bailes de sua juventude, de como conheceu o vovô, ou mesmo que cante alguns dos rocks que botavam a moçada chacoalhar o esqueleto, e no ar um raro olor de perfume e de olhares que não precisam dizer nada, de tão imponentes e energéticos..

Abraço para quem.. Inspira

Comentários