A Visão da Escotilha!
Sexta, 05 de Fevereiro de 2016

Ouvindo – Anjos “Pra quem tem Fé”- O Rappa

Tenho visto Pores e Auroras Fantásticas, alguns clico, outros guardo o momento, percebo as luas e suas formas sinuosas, que comandam cio e maré, como botão de liga-desliga, que depois de ligado vai ficando numa tal luminosidade que é curioso como nos afeta, sim a todos deste planetinha, de ninfas a elfos, de brontossauros a, a, a.. Essa tem que perguntar pro Davi, nestas voltas, todas que damos, ora abraçados em plena cantoria, com amigos da curva, ora silentes observando caminho, em todos eles podemos escolher viver ou apenas existir, sobreviver ou fazer vibrar, nesta existência plantei árvores, já tenho filhos, e o livro dia desses sai, mas a lua esta feiticera está ali no pálio há tanto tempo que percorro de olho alguns livros e percebo que ela faz mesmo a diferença, em cada cena, cada clique, uns viram cromos, outros, apenas diferença de luz e sombra num papel ou numa tela qualquer. Penso nos pintores que gostariam de eternizar um momento, alguém, a cena, citaria uma dúzia deles, cada um com sua característica, sua marca, a forma indelével que mostrava como percebiam o cosmo, o éter ao redor. Em cada instante mágico que a natureza proporciona, fica uma assinatura, diversa, por de sol em Dubai, Aurora na planície de Gizé, a Lua sobre um Templo na Grécia, a escuridão do bairro alto em Lisboa, o Por de Sol na saída do curso em Seberi, a Aurora na 386 e, as cenas captadas da ventana do quarto de dormir, em cada uma delas, guardei registro, o mais belo foi da curva de olho, ainda a mais perfeita criação, de tão imperfeita precisa de par, a sabedoria do caminho ensina.

Planta teu Jardim, que florido será habitado..

O Tempo em tempos de paciência líquida, e de outros líquidos tempos, é de tal teor que poderia ser servido junto com a Mirra, o Ouro e o Incenso..

Saúde e Sorte, para quem Faz.. A Diferença!

Comentários