Sobre amigos com larga convivência! Parte I
Sexta, 13 de Maio de 2016

Ouvindo Child of Vision - Roger Hogson

Uma foto, daquelas que insiste em falar, narrar.. Lembrar algo, outro evento, daqueles que tocas em meio a comemoração, deixando uma teimosa lágrima escorrer de canto, e já recomposto, não sabes o que lhe causou, quer dizer, sabes sim, é cristalino, feito o sorriso sonoro do amigo ou da amiga que há muito não vê.. Ou por impossibilidade de tempo e espaço, essas grandezas já detonadas pelo gênio Einstein, mas que por impossibilidade tecnológica ainda não foi manufaturada.. Ou pela filosófica linha que nos separa do arco baleno, de grandes pessoas que já não habitam este quadrante.. Mas a foto está lá, em cores ou num sépia puxado para negro e branco, ela conta, grita mesmo.. Em alguns casos, insiste em mostrar caminho e vereda, daquelas que vão ficando cheias de vegetação, porque a cinza das horas nos tira da linha, do sério e ficamos sérios demais..

Alguns perdem o viço e o brilho.. do olho.. É o mais lamentável em tudo isso, a vivacidade que largada vai ficando embaçada e já não reluz, tal brilhante precioso que recebeste em vida. Inteligente é ir com mais vagar, olhar o caminho, reparar nas flores, no verde que insiste em brotar, embora o veneno que colore de plúmbeo o matiz de teu próprio DNA, e depositada na espiral, isso vai se tornando doença e chaga, anda descalço, toma banho de chuva, de cachoeira, sorria largo, tua face irá se alegrar, e os sinais daquele senhor sisudo chamado tempo, esconder, brincar de esconde, tornar nosso convívio melhor, sem gritos escandalosos, por tão pouca coisa.. A curva vai ensinando a tomar a dose diária de alegria, do sorriso, da galhofa, da flauta, que bom isso, renova.. Alegre-se, você faz a diferença na vida de alguém, e talvez seja apenas você a lhe estender a mão e sublinhar a face com o sorriso, um passo a mais e já estarás preparado para o abraço que tudo pode..

Saúde e Sorte! Para Quem Faz.. A Diferença!

Continua...

Comentários