O que é um Festival?
Sexta, 24 de Junho de 2016

Ouvindo o Dia que não terminou – Detonautas

Luzes, balões multicoloridos, pessoas legais e até um Sherlock Holmes configurando espaços, movediços e que numa fala rápida sacou de sua bolsa escondida uma lupa que usará para descobrir onde estarão os recursos para a cultura a nível regional, aliás, bandeira que defendo há muitas luas, já que imagino que a saída verdadeira seja exatamente por este vértice. Afinal chegamos no beco sem saída e enquanto o pessoal que detém as canetas com tinta, seguirem deixando de perceber que o caminho passa por capacitar a média com cultura, enfrentaremos crises sucessivas, muito em função de falta de conhecimento e habilidades, se tivermos espaço para transformação através da educação (Não a formatada e ineficiente, mas a arejada e proativa) estaremos num remo seco, gastando apenas energia e não deslocando em direção ao futuro, porque pessoal ele virá de qualquer forma.. Das apresentações de dança, algumas performáticas e outras com a doçura de pequena bailarina com flores nas mãos.. A Banda do Roncalli “em casa” entrou no salão da escola, quanta história carrega cada um deles, na batuta de maestro inspirado que fez vibrar músicas do inoxidável Tim Maia entre outras.. Num Relance afastam as cadeiras e entra Tal de CTG Rancho Xucro (Ametista do Sul) e com uma moçada muito aprumada, trama o pau-de-fita, realmente um festival de gente grande que está acontecendo anualmente, sem talvez o cuidado da grande mídia, naturalmente interessada em reais ou ienes, já que essa gente só vê cifrão na frente. Talvez num futuro breve isso mude e a cultura esteja num patamar mais indicado à sua importância, porque sem ela, não se cuida do corpo, nem da mente e, acaba acontecendo à barbárie, que se vê na favela e no senado, na calçada e no palacete, e nos coloca em tal balança na qual os ditos irracionais tem até mais decência que os outros. Teve música antiga com cello violino e mais.. Bom para quem levou algo para doar e entrou sem custos, imagino que aquilo que sempre falo de “Centro do Mundo” talvez esteja surtindo um efeito positivo, como um belo sorriso que recebi numa calçada dia desses.. Apostar em verdade, poderá levar algum tempo, mas da janela posso vislumbrar além das mais lindas noites estreladas com sensacionais luares e também as auroras que tenho colecionado na dobra do meu peito insone.

Leia mais, faz bem, abre algumas janelas que jamais se fecharão.. Tenha Toda Certeza..

Comentários