O Tempo Sara, Mas é do Cimo que Vem a Cura
Sexta, 25 de Novembro de 2016

Ouvindo Mucuripe – Belchior

Pelo Tempo afora nas janelas de corredores e entre vielas dessas que a vida propõe no trecho meio curioso, meio calejado sigo, e pela sei lá qual vez, me reinvento, em receita própria, sempre, afinal do caminho e DNA trago criativa mistura..

Se Nascido em outros pagos, longe daqui, volto à cabeça Para o Oeste a cada final de tarde e com um éter colorido de matiz caboclo entendo que o Astro Rei se despe no quadrante, coberto lindamente pelo manto de sua amada feiticera. Luna que vens encantar com teu escuro manto cravejado de cintilantes miríades, me faz sonhar, e neste meu próprio descanso, visita-me a face iluminada de Anjo que sussurra a cada instante.. “Persista, Você irá Vencer!”

Na Aurora o desperto Astro acorda o passaredo e como dádiva outra folha surge no calendário, repleta de novos encontros e desencontros casuais ou não, segundo mecânica Universal, que transpira .. E Uma Lufada de ar fresco traz nova mensagem: “Os Melhores Trazem Cicatrizes.”

Jogo Água no rosto que entrecortado por pelos e riscos de noites insones, reabre a Luz de Meus Olhos que também Carregam Oceano, mas que não são os da cor de tempestade.

Onda vai e vem. Vezenquando cai gota deste mar, é exatamente quando tenho a certeza que dentro de mim existe um verão invencível, pelo gosto desta gota que insiste em chegar ao meu lábio, que entre aberto sorve o café forte em caneca grande..

Olhar no Horizonte com a fumegante sombra reabre contagem e sequer segundo depois lavo minha Taça que também é Graal.

Vamos em frente, meu Santo aconselha, a vida é para os fortes, pega o teu lanho e segue, fazendo a estrada que ali em frente te desafia..

Vença com Teu Coração Selvagem!

Dia Desse alguém te abraça de tal forma que surgirá dos pedaços deste caleidoscópio tal cena que mesmo os grandes.. Gostariam de retratar!

Abraço Que Tudo Pode!

Comentários