De Lua e Estrela, Teu Lume Não Apaga!
Sexta, 09 de Dezembro de 2016

Ouvindo Zeca Baleiro- Dezembros.

Das impactantes cenas que TODOS vimos e compartilhamos na última semana, as copiosas lágrimas que caíram do céu ou dos olhos de uma família enorme que foi criada entre duas nações, e sinceramente quando escrevo número me parece inexato, acho que todo mundo esteve junto, com esta catarse que foi o acidente aéreo (Diga-se de passagem, por um estrabismo avarento e burro, procedimento malvado daquela empresa aérea, que hoje percebemos tem uns amiguinhos bem escrotos..). Neste ponto mostrou-se o valor da solidariedade, no mundinho de plástico alguns infelizmente não se tocaram (inclusive dois caciques demagogos do meu clube do coração, não misture com os sócios e a imensa torcida e seus ídolos, é apenas carma deles dois e de seus amiguinhos que espalhados por aee ainda recebem dengos e benesses de través..) entre aquela comunidade destroçada psicologicamente neste luto, nada natural, demonstrou que ainda é possível acreditar, o valor do esporte, que nos foi emprestado, sempre o de colaboração de união, eventuais disputas ou diferenças devem estar dentro das quatro linhas. Da Diferença de tratamento da mídia também percebi, com reportagem editada, tela cheia igualando sangue à platinada tenta outra vez justificar, infelizmente nossa dor foi vendida outra vez, na linda homenagem do povo colombiano não vi este artifício, mas aqui o império da telinha usou e abusou, TODOS perdemos uns e outros, chocados com a perda de colegas, irmãos de profissão, não agüentaram e desabaram. A Pressão de cobrir tal ocasião transtornou muita gente, a chuva constante, deixava rastro, uma lágrima ao mesmo tempo em milhares de bandeiras, mas uma delas nos ensinou novamente a lição de solidariedade, enquanto isso a nossa própria entre charutos, canapés e borbulhas de caro espumante, armava cilada para safar alguns do carrasco. A Opinião pública acordou para uma das manipulações, temos que ficar atentos a outras. Enquanto alguns usam e abusam da crença de um povo servil, mandando “representantes de tantas seitas” que até fica difícil compreender, como se fosse simples cada um ter sua Sinagoga S/A, livre de taxas e tributos..

Tem Cheiro acre novamente no ar, não acreditem nem em rede de comunicação, nem tampouco nas falsas crenças..

Enquanto alguns mantêm hospitais e creches, outros.. Cadeiras confortáveis no parlamento, que no Meu País estão se igualando a leitos de bordéis.

Saúde e Sorte!

#ForçaChape!

Comentários