Você Conhece seu Pai?
Sexta, 08 de Agosto de 2014

Ao Som de Bizarre Love Triangle – Nouvelle Vague

 

Por entre as paredes do tempo, assim meio arranhado e ao mesmo tempo incólume ando pelo caminho, quem começou isso aee foi um casal lá atrás, ainda carrego um tanto de seu DNA espalhado em minha forma de observar em como falo e até mesmo no meu toque por vezes mais persuasivo, passam as estações e uma pergunta que ainda soa forte, quem é teu Pai? Essa pessoa que construiu em parte seu mundo, que teve sonhos na adolescência, exatamente como você tem, ele plantou uma árvore e ainda não escreveu o livro, mas fez você que lê, ah isso, também foi ele que perguntou que letra é essa, que cor é aquela, te mostrou a fantástica fábrica de emoções que é o esporte, combinou ou não contigo no time do coração e isso é uma coisa difícil entre nós do Sul com nossa eterna dualidade, mas há de respeitar as escolhas, certamente se orgulhou de ti quando soube de teus primeiros namoros, te aconselhou em muitos momentos, ficou chateado com tuas batidas de cabeça por aee, não gostou de teres chegado um tanto alto em casa depois do baile, e também deve ter te apelidado de guarda-noturno em certa época da vida, todos passamos por isso, uns menos e outros bastante, mas em nada mudou, no domingo lá estava ele assando aquela carne maravilhosa e ou fazendo uma salada gostosa para a new school, o cara que te emprestou a chave do carro, quando isso era possível, aquele mesmo que tirou sarro da tua cara quando disse no outro dia que você e seus amigos andaram numa velocidade acima do combinado e até hoje te perguntas como é que o “velho” descobriu isso? Pois meus queridos tudo isso, de caçar galinha para jantares improváveis, ou cavalgar em pelo em plena avenida principal, ou no melhor campo de futebol da cidade.. Tudo isso a turma dele “também fez” cada qual em seu tempo, cada um da sua maneira, uns com mais liberdade e outros acossados pela tenebrosa culpa e pelo castigo, sabendo disso, abandona-se a história da culpa e castigo, se chama para um papo aberto, sem frescura, coisa que sinceramente não se imaginava, em épocas passadas um olhar bastava, isso hoje não tem mais sentido, a moçada está evoluindo a passos largos, tem que observar um tanto aqueles que promoveram sua estreia neste mundão aee, especialmente nesta data seus pais. Um Abraço a todos os pais, que de uma forma ou outra fizeram parte do caminho!

Saúde e Sorte, para aqueles que fazem.. A diferença! 

Comentários