RODEIO DE VACARIA
Sexta, 05 de Fevereiro de 2016

O Rodeio Internacional de Vacaria figura atualmente como a mais importante promoção turística do gênero no Brasil, atraindo milhares de visitantes de todo país e do exterior. Ele encerrou-se no domingo passado, 31, e teve a participação recorde de público e de competidores. Foi pela primeira vez que este Rodeio teve a duração de 11 dias, tendo iniciado uma semana antes doa data em que sempre acontece, para não coincidir com o carnaval. Uma das novidades foi o Rodeio artístico, que premiou a melhor invernada com um carro zero quilômetro.

A LENDA DA CHUVA
Conta-se que em Vacaria, no ano de 1964, na época de rodeio, uma cigana teria pedido um copo d’água ao Patrão do CTG, Wenceslau Ferreira Filho, e este, muito ocupado, negou. A mulher, então, teria rogado uma praga, dizendo que iria chover durante todas as festas de Rodeio. Parece que a maldição pegou, pois a chuva ocorreu em todos os anos da realização do evento. Porém, em 2010, o patrão Luís Scholl, sabedor da história, ao ser abordado também por uma cigana, que lhe propôs “ver a sorte”, em troca de dinheiro, ofereceu-lhe 10 reais, com a condição de que bebesse um copo d’água. Sem que a cigana soubesse da história, aceitou a proposta do patrão. Acredita-se que a maldição foi quebrada, pois naquele ano de rodeio, só choveu no último dia do evento, e nos anos seguintes, o tempo melhorou significativamente.

RODEIOS CRIOULOS
Muitas pessoas se perguntam por que não se realizam mais Rodeios Crioulos. Em tempos de despesas curtas, basta elencar as despesas de um Rodeio, para se concluir que a coisa não é tão fácil como parece. São necessários recursos financeiros para cobrir a realização do evento, que de acordo com a sua envergadura, exige muito mais preparo financeiro. Sempre são necessárias melhorias de infraestrutura no local do rodeio, e para se ter uma idéia das despesas, citamos algumas como: divulgação, premiação em dinheiro, troféus, aluguel dos animais, seguro de acidentes, pagamento de serviços de narrador e julgador credenciados pelo MTG, despesas com equipamentos de som, segurança, etc.

RESGATE HISTÓRICO
O 64º Congresso Tradicionalista recebeu, discutiu e aprovou uma importante proposta no sentido de que as Entidades Tradicionalistas resgatem e conscientizem a todos da importância histórica do herói Sepé Tiaraju, como líder da humanidade. Dia 07 de fevereiro é assinalado como o dia da morte do líder indígena Sepé Tiaraju. Dia 10 de fevereiro é a data lembrada como a da Batalha de Caiboaté. A sugestão é de que os coordenadores culturais dos CTG’s trabalhem este período importante da história do Rio Grande com as crianças das invernadas, assim que retornarem às atividades, já que em 2016, o período será exatamente no carnaval.

CTG RODEIO DA QUERÊNCIA
Procurando dar o melhor de si, a nova patronagem do CTG Rodeio da Querência reúne-se semanalmente, para discutir, planejar e dar continuidade ao trabalho que vinha sendo realizado. Uma das grandes metas é a transparência financeira, tendo-se como objetivo ao final de cada mês enviar a prestação de contas do CTG aos associados via e-mail, com ampla divulgação dos balancetes periódicos.
 

Comentários