Cavalgada da Demarcação
Sexta, 19 de Fevereiro de 2016

A Cavalgada da Demarcação já é tradicional no nosso município. Para este ano, a 28ª Região Tradicionalista estará realizando esta Cavalgada nos dias 21 a 24 de abril. Os cavalarianos passarão por todos os pontos possíveis que fazem divisa com Frederico Westphalen. Participam cavalarianos de toda região, já que haverá acampamento em locais estratégicos, com toda infraestrutura e apoio necessários para a realização de um bom evento.

50 ANOS DE MTG – Discutiu-se no Congresso a respeito dos registros existentes sobre a fundação das Regiões Tradicionalistas. Mesmo entrando em contradição, ficou estabelecido que as pesquisas mais confiáveis indicam que o MTG foi criado no dia 28 de outubro de 1966 com 12 Regiões Tradicionalistas. Porém, há que defenda que janeiro de 1970 é a data da criação da 1ª até a 26ª Região Tradicionalista. Eis a importância de registrarem-se fatos, que podem em primeira mão parecer não ter relevância, mas que no futuro, podem provocar grande polêmicas.

50 ANOS DE MTG – O tema anual do MTG para 2016 é: “MTG 50 anos de preservação e valorização da cultura gaúcha”, e foi proposto pela senhora Odila Savaris, e aprovado pelos congressistas em Bento Gonçalves. O tema abrangerá todas as atividades do Movimento, desde as provas escritas dos concursos, os seminários, as mostras folclóricas, até o Enart, que é a maior junção anual de tradicionalistas no Estado.

TEMA DOS FESTEJOS FARROUPILHAS/2016 – 2016 é ano em que se completam os 180 anos da proclamação da República Rio-Grandense. Por isso, o tema dos festejos farroupilhas deste ano será “República das Carretas”. 

REPÚBLICA DAS CARRETAS I – A Guerra dos Farrapos reuniu uma plêiade de heróis que buscaram a emancipação da província do Rio Grande contra um Brasil Imperial que interferia de forma truculenta na política econômica local. Em 1836, a capital da República Rio-Grandense foi transferida para a cidade de Piratini, com cerca de mil habitantes. O livro “República das Carretas” De Barbosa Lessa conta que a verdadeira capital em certo momento teve que sair de seu local nada fortalecido e postar-se em carretas, atravessando campos, cidades, comandadas pelo Ministro da Fazenda e Interior, Domingos José de Almeida, um herói farroupilha que tinha como armas os documentos e a habilidade de administrar e providenciar recursos para os rebeldes.

REPÚBLICA DAS CARRETAS II – A coragem, determinação e espírito guerreiro dos nossos lutadores, que não se intimidaram com os reveses que surgiram, quando tudo coube sobre carretas e foi corajosamente salvo dos ataques imperiais, é que será o tema deste ano da Semana Farroupilha. Este é um assunto pouco conhecido e nunca comentado, que trará mais um pouco de luz sobre o que realmente aconteceu naquele decênio histórico.

Comentários