DIA DO MATE
Sexta, 29 de Abril de 2016

O Dia do Mate, comemorado oficialmente em todo o Estado no domingo passado, dia 23, levou um público seleto à sede campeira do CTG Rodeio da Querência. Várias atividades campeiras foram realizadas, entre elas, o futebol de bombacha. Na parte da manhã, após a chegada dos cavalarianos da 4ª Cavalgada da Demarcação, foi rezada missa, presidida pelo monsenhor Leonir. Como o gaúcho tem muita fé em Nossa Senhora, os cavalarianos trouxeram a imagem de Nossa Senhora Aparecida, que em procissão após a missa, foi levada pelo padre Leonir até a gruta existente na campeira. Este foi um momento lindo, de oração, fervor e também de agradecimentos.

CONCURSO INTERNO DE PRENDAS E PEÕES I
O CTG Rodeio da Querência está começando a preparação das prendas e peões que pretendem participar do Concurso interno. A data definida para a realização deste certame é dia 6 de agosto, um sábado. O concurso iniciará pela parte da manhã e se estenderá à tarde, até que sejam finalizadas todas as provas. Os interessados devem procurar a coordenadora cultural do CTG Rodeio da Querência para fazer a sua inscrição e obter as informações específicas das provas de sua categoria.

CONCURSO INTERNO DE PRENDAS E PEÕES II
A coordenação cultural da 28ª RT já divulgou o calendário com as datas da realização dos concursos internos dos CTGs. Os concursos na nossa Região Tradicionalista iniciarão no dia 9 de junho, estendendo-se até o dia 20 de agosto. A coordenadora cultural da 28ª RT, Daiane Tomazi, informa que os patrões devem informar por e-mail o número de candidatos por categoria do seu CTG, com 15 dias de antecedência. A exemplo do que já vem acontecendo há vários anos, poderá ser agendado mais de um concurso na mesma data, sendo que realizará o evento a entidade que tiver o maior número de candidatos inscritos e efetivar a entrega das inscrições no prazo estipulado.

1° ENCONTRO DE DANÇARINOS
Sábado que passou o CTG Rodeio da Querência promoveu um evento inédito em seus 43 anos de história. Reuniram-se os ex-dançarinos das invernadas, e com eles foram trazidas para dentro do galpão muitas recordações e saudades dos tempos difíceis, de ensaios que exigiam muita criatividade para que pudessem acontecer. Relatos testemunhais contaram que, como nos seus primórdios, o CTG tinha muito poucos recursos financeiros e materiais, a música dos ensaios era executada através de uma fita cassete, que era tocada num som de carro. Para isso, o carro era encostado na porta principal do CTG, com o capô aberto, para que o som fosse perfeitamente audível. E lá se ensaiava o Maçanico, o Pezinho e todas as danças tradicionalistas.

NUANCES DOS PRIMÓRDIOS I
No dia 19 de junho de 1973 é fundado o CTG Rodeio da Querência. E com ele, a primeira Invernada artística. Capitaneados pelo primeiro patrão, Henrique Pereira dos Santos e pela patroa Arminda Azevedo dos Santos, segundo as pesquisas, logo iniciaram-se os ensaios da invernada. As linhas da história foram traçadas por um início modesto, porém singelo e de muito fundamento. O primeiro instrutor foi o senhor Adair Moraes. As danças eram ensaiadas, embaladas pelo gaiteiro Zé Campeiro, que às vezes era auxiliado pelo senhor Valdemir Borba. Os ensaios sempre aconteciam ao som de gaita e violão.

NUANCES DOS PRIMÓRDIOS II
A primeira Invernada Artística do CTG Rodeio da Querência foi composta por quatro pares:
Élio Leite e Lenir Azevedo dos Santos
José da Silva e Laídes da Costa
Leopoldino Caetano Vieira e Lurdes dos Santos Vieira
Élio Caetano Vieira e Veroni Pôncio.
Em pouco tempo, a estes se juntou mais um par, os irmãos Élio Pôncio e Leides Pôncio.
A média de idade deste primeiro elenco artístico do CTG Rodeio da Querência era de 16 a 18 anos.

Comentários