UMA CONQUISTA HISTÓRICA
Sexta, 27 de Maio de 2016


“A 1ª Prenda Juvenil do Estado do Rio Grande do Sul vem do CTG Rodeio da Querência, da cidade de Frederico Westphalen, 28ª Região Tradicionalista. Giovana Pertussatti Rossatto!”

Este foi o anúncio que mudou a história do CTG e de toda uma região, que encheu a todos de alegria, orgulhou família, amigos e que ficará marcado como o início de uma nova época no tradicionalismo da nossa Entidade. Durante toda esta semana, não se falou em outra coisa. E todos que comentaram a respeito da conquista da prenda Giovana, o fizeram com um largo sorriso no rosto. Este título faltava para que a autoestima dos CTGs aumentasse, pois a 28ª Região Tradicionalista era uma das únicas que ainda não havia conseguido trazer uma faixa de Prenda do Estado. Isso, até a madrugada de domingo, 22 de maio.

Foi preciso que uma bela prenda, de 15 anos de idade, sorriso encantador, beleza ímpar, resgatasse para nós a credibilidade junto ao MTG, e mostrasse que neste interior de Estado se faz tradicionalismo, se preserva a cultura, se é gaúcho.

A frederiquense Giovana nasceu em 21 de agosto de 2000, é filha de Sílvio César Rossatto e de Mariluza Pertuzzatti. Estuda no 2º ano do Ensino Médio no Ifet, fazendo o curso de computação. Preparou-se arduamente para realizar todas as provas exigidas pelo concurso, por isso chamado de Ciranda. Ciranda, porque inicia com a entrega de um relatório de vivência tradicionalista, que precisa estar impecável nos seus detalhes, pois como todas as prendas se dedicam muito, esta é a primeira grande prova de fogo, que exige participação em eventos estaduais e regionais, além de atividades com a comunidade, que exigem pesquisa, e muito empenho pessoal.

Já no final de semana das provas presenciais, a Ciranda iniciou na manhã de sexta-feira com a prova escrita, que em poucas questões, apenas 30, exigiu que a prenda respondesse sobre história, geografia e conhecimentos tradicionalistas. Das 30 questões, a nossa primeira prenda Giovana acertou 29. À tarde desse mesmo dia, aconteceu a segunda prova, que foi a Mostra Folclórica. Giovana teve exatos 10 minutos para demonstrar e discorrer sobre o seu tema de pesquisa, que foi Artesanato e Reciclagem em Porongo na 28ª RT. Seu vasto conhecimento, sua desenvoltura em falar, extasiou os jurados. Desta vez, Giovana gabaritou a prova.

Já na manhã de sábado seguiu a ciranda, com o sorteio da prova oral. A prenda adentrou o palco apresentando-se e enaltecendo Nico Fagundes. Giovana discorreu por toda a história do tradicionalismo, com o tema sorteado na hora, MTG e os 50 anos de história. Nós, que observávamos de longe, vimos os jurados boquiabertos com a facilidade de raciocínio e de organização de idéias da prenda. Seguiu a prova artística, com a declamação do longo poema Mulher Gaúcha de autoria do seu homenageado. As danças, a tradicionalista Chico Sapateado e a Valsa, arremataram a prova artística da Giovana, deixando a todos com uma grande expectativa de que a faixa seria dela.

Na noite de sábado, durante o fandango que aconteceu no CTG Lalau Miranda, na medida em que as horas passavam, o nervosismo aumentava. Todas as prendas foram muito aplaudidas e quando finalmente foi revelado o nome da 1ª prenda juvenil do Estado do Rio Grande do Sul, a 28ª RT explodiu em alegria, ninguém conseguiu conter a emoção. Foi um momento ímpar, único, que só quem lá esteve pode degustar. Uma vontade de muitos anos foi finalmente conquistada através da Giovana, que na sua humildade, sua simpatia, seu carisma, esforço e abnegação trouxe para Frederico Westphalen o título máximo de sua categoria. E nós, que já a admirávamos, passamos a admirá-la ainda mais. À 28ª Região Tradicionalista, ao CTG Rodeio da Querência, só resta agradecer a esta bela, determinada e guerreira prenda, agora 1ª Prenda Juvenil do Estado do Rio Grande do Sul, Giovana Pertuzzatti Rossatto.

Comentários