Circuito de Yas Marina
Sexta, 03 de Julho de 2015

Localizado na ilha Yas, perto da capital Abu Dhabi, o circuito de Yas Marina é conhecido por ser um dos circuitos mais modernos, com as melhores infraestruturas e, consequentemente, um dos mais seguros da atualidade. No calendário oficial da F1 desde 2009, o GP de Abu Dhabi é o segundo grande prêmio no Médio Oriente a promover uma corrida de F1, depois do Bahrein.
A pista foi desenhada pelo conceituado arquiteto alemão Hermann Tilke, também responsável pelos projetos de Sepang, Bahrein, Shanghai, Istambul, Valência e Marina Bay.
Quanto ao traçado, o circuito de Yas Marina caracteriza-se por ser um circuito técnico de média/rápida velocidade. Apesar de se esperar que o circuito permitisse facilmente oportunidades de ultrapassagem, é na realidade um dos mais difíceis para ultrapassar, mesmo tendo travagens fortes no final das duas grandes retas consecutivas.
Com um total de 5.554 km de extensão, o circuito de Yas Marina é um circuito longo, onde são necessárias 55 voltas para completar os 305.355 km totais da prova. Apesar das 21 curvas, o desenho do traçado apresenta duas longas retas consecutivas, a primeira entre as curvas 7 e 8, e a segunda entre as curvas 10 e 11, onde é permitido aos pilotos a ativação do DRS.
A inauguração foi em 2009. Yas Marina foi palco do primeiro grande prêmio de F1 com início diurno e final noturno. O processo é, de certa forma, simples, uma vez que a iluminação do circuito é ligada no início da prova garantindo uma transição suave da luz natural para a luz artificial.
O circuito de Yas Marina tem ainda a particularidade de passar por baixo de um dos hotéis mais luxuosos do mundo, o Yas Viceroy Abu Dhabi. O hotel, de design único, tem a forma de um monolugar e é iluminado durante a noite. Para além disso, a vista para o circuito é verdadeiramente deslumbrante, uma vez que este se situa junto ao porto, onde inúmeros iates se encontram, perfazendo o cenário perfeito.
Nas imediações do circuito encontra-se ainda um parque aquático e o Ferrari World, que alberga uma das montanhas-russas mais rápidas do mundo. O circuito de Yas Marina foi o mais caro da história da F1, com um custo superior a nada mais, nada menos que 890 milhões de euros.

Abraço e até a próxima!

Comentários