De Paris a Rouen
Sexta, 14 de Agosto de 2015

Não é novidade que o primeiro automóvel alimentado com combustível derivado do petróleo foi inventado no final de 1885 por Karl Benz, mas logo, surgiu o interesse por competir e realizar provas de velocidade com esses veículos em diversas pistas, para experimentar os avanços mecânicos. A escolha do motor de combustão interna, diante dos elétricos ou a vapor, já representou uma função seletiva das primeiras competições.
A França foi o país onde a indústria automobilística se desenvolveu mais rápido, devido à sua infraestrutura industrial e à excelente rede de estradas. A indústria automotriz francesa se iniciou com a patente da Daimler e a colaboração de Émile Levassor, que estabeleceu o automóvel como meio de transporte viável. A corrida Paris-Bordeaux-Paris, de 11 de junho de 1895, foi a precursora das corridas de automóveis.
No ano anterior havia sido organizada uma prova para automóveis Paris-Rouen-Paris, com um percurso de 127 quilômetros, mas não se tratava de uma corrida, pois o propósito dos organizadores era uma viagem em caravana para mostrar que os carros eram um meio de transporte com futuro. O vencedor foi um automóvel a gasolina, com motor Daimler. Recém terminada a prova de Rouen, um grupo de aficionados se reuniu na casa do conde de Dion para planejar uma corrida de maior envergadura, base do que seria o Automóvel Clube da França, e decidiram organizar no ano seguinte uma corrida de 1.200 quilômetros: a Paris-Bordeaux-Paris. Inscreveram-se 97 participantes, mas no dia da corrida só se apresentaram 22 automóveis, todos franceses, com exceção de dois Benz, um Vincke belga e uma moto alemã.
Às 10 horas da manhã do dia 11 de junho de 1895, os participantes se reuniram no Arco do Triunfo e saíram em procissão para Versalhes, onde, ao meio-dia, ocorreu a largada. Ao longo do percurso havia pontos de controle e cada um dos participantes havia previsto estações de reabastecimento e troca de tripulação. A velocidade alcançou a média de 20 quilômetros por hora, muito respeitável para a época. Em 1899 já se superavam os 100 quilômetros por hora, e em 1900, em Lyon, foi realizado o Primeiro Campeonato Internacional de Automobilismo, do qual participaram cinco pilotos de quatro países distintos. O automóvel vencedor foi um Panhard francês, que manteve a velocidade média de 62 quilômetros por hora.

Abraço e até a próxima!

Comentários