Hennessey Venom GT
Sexta, 26 de Fevereiro de 2016

John Hennessey era um empresário bem sucedido no setor de serviços ambientais, mas tinha uma obsessão por corridas de carro. Em 1991, ele iniciou a Hennessey Performance, com o objetivo de competir. Ele pilotou um Mitsubishi 3000 GT usado no dia a dia para participar de provas famosas.

Hennessey chegou a estabelecer um recorde de velocidade para a prova de Bonneville Salt Flats, atingindo 278 km/h. John estava se dando bem nas corridas e impressionando muita gente, mas o curso da história do piloto mudou quando um admirador lhe entregou um dos primeiros Dodge Viper para que recebesse mudanças semelhantes aos dos carros usados pela equipe.

O Viper modificado tinha 100 cv a mais e surpreendeu por ser talvez o primeiro exemplar a competir em pé de igualdade com os rivais, o que levou a Hennessey a receber inúmeros pedidos de modificação em outros exemplares do Dodge.

Assim, a Hennessey Performance entrava definitivamente no mundo da preparação e posteriormente da customização. 

Em 2010, a Hennessey decidiu entrar na briga por recorde de velocidade em carros de produção seriada, que na época era dominado absolutamente pelos Bugatti Veyron e Koenigsegg Agera. Assim nasceu o Venom GT. Baseado no Lotus Exige, tinha motor GM LSX 7.0 turbo de 1.244 cv e bateu o recorde (Guinness Book) de 0 a 300 km/h em 13,63 segundos em 2013.

Não oficialmente, o Venom GT bateu o recorde de 0 a 200 km/h em 14,51 segundos, batendo o Koenigsegg Agera R, que fez “somente” 17,68 segundos. No mesmo ano de 2013, o bólido atingiu 427,6 km/h em uma estação naval da USN em Lemoore, Califórnia. Depois atingiu 435,31 km/h no Centro Espacial Kennedy, Flórida. O feito ocorreu em 14 de fevereiro de 2014.

No entanto, o Venom GT deveria ter vendido 30 unidades no mínimo para ser declarado o mais veloz do mundo pelo Guinness Book, mas emplacou apenas 16. Para derrubar o título do Bugatti Veyron, a Hennessey criou o Venom F5. O bólido foi desenvolvido ainda sobre o Lotus Elise e gera 1.400 cv e pode teoricamente chegar a 466 km/h.

O modelo só será colocado à prova em 2015 e espera-se 30 unidades vendidas, mas as vendas só começarão depois que as 13 unidades que falta do GT (29+1 da empresa) forem vendidos, marcando assim a posição número 1 em recorde de velocidade. 

Abraço e até a próxima!

Comentários