O Combustível
Sexta, 25 de Julho de 2014

Competições envolvendo automóveis podem usar diversos tipos de combustível. A Fórmula Indy já usou a Gasolina e o Metanol no passado. Atualmente usam o “brasileiríssimo” Etanol, alguns dos carros que disputam o WTCC (Campeonato Mundial de Carros de Turismo) usam Diesel, mas nem sempre foi assim.

Houve uma época na Fórmula 1 em que os carros queimavam “uma mistura de alta octanagem”, que de gasolina só tinha o nome. A figura dos alquimistas da idade média, tentando transformar ferro ou chumbo em ouro, transportada para os tempos modernos, era o retrato dos homens e mulheres que trabalhavam dia e noite para produzir um combustível cada vez mais eficiente.

Nos anos de fundação da Fórmula 1, esta mistura continha substâncias agressivas, tais como o benzeno, metanol, acetona e nitrobenzeno, alguns destes componentes – ou a mistura de alguns – tinha que ser drenada do motor imediatamente após os treinos e corridas. Sem esta precaução, o motor não sobreviveria à noite.

Mais tarde, o querosene, que também é um derivado do petróleo, foi usado até o final dos anos 1960, antes da lista dos aditivos admissíveis estava ficando cada vez mais restrita pela entidade que comanda o esporte, a FIA, (Federação Internacional de Automobilismo) para a proteção dos pilotos e mecânicos.

Até o final da década de 1970, os regulamentos previam a utilização de gasolina de alta octanagem, à venda na França, Itália, Alemanha e Inglaterra. Gasolina com RON 101 (a sigla RON quer dizer: Research Octane Number ou Valor de Octanos Encontrados) disponível em postos de gasolina europeu foi utilizado, com tolerância de até 102 RON. 

Hoje, os combustíveis na Fórmula 1 devem ter os mesmos componentes que os combustíveis ao consumidor. E é a proporção dos diferentes componentes que fazem toda a diferença. 

Consumo para uma prova

Uma equipe top como a da Casa de Maranello chega a consumir em torno de 3600 litros de combustível, 200 litros de óleo do motor, 180 litros de óleo da caixa, 80 litros de fluido hidráulico, 20 litros de fluidos refrigerantes e vários quilos de graxa para uma corrida.

Abraço e até a próxima!

 

 

 

 

 

 

 

Comentários