Um circuito com extensão de 13 Km
Sexta, 24 de Outubro de 2014

 

Um circuito com extensão de 13.650 metros, e carros atingindo mais de 400 km/ h. Estou falando das “24 Horas de Le Mans”, uma das mais tradicionais corridas automobilísticas do mundo e apontada como a maior corrida do planeta! Disputada anualmente na França, desde 1923, trata-se de uma prova de resistência, na qual os carros aceleram forte e, como diz o nome, tem duração de 24 horas.

Considerada uma corrida mítica, têm rivalizado as maiores marcas de automóveis e os mais prestigiados pilotos. Esse evento fez com Le Mans, capital do departamento Sarthe, na França, ficasse conhecida no mundo inteiro, criada por Georges Durand, natural de Le Mans e apaixonado por  automóveis. A sua idéia inicial era simples e inovadora: permitir que os automobilistas comparassem a resistência de seus automóveis, tendo em vista que a cidade era um dos berços das tecnologias do setor automóvel e aeronáutico do século XX.

Brasileiros na Competição:

A bordo do carro #1 da Audi, Lucas di Grassi esteve perto de se tornar o primeiro brasileiro a vencer na categoria. Esse ano a bandeirada de largada foi dada pelo espanhol Fernando Alonso. O trio foi formado pelo paulista Lucas, pelo dinamarquês Tom Kristensen e pelo espanhol Marc Gene, que chegaram a liderar a corrida da 16ª à 21ª hora. Mas um problema no motor turbo forçou o time a ir para os boxes fazer reparos. Eles voltaram à pista e terminaram a prova com três voltas de desvantagem para o trio do carro #2 da Audi, formado por André Lotterer, Marcel Fässler e Benoît Tréluyer, grandes vencedores da edição desse ano, válida pela temporada 2014 do Mundial de Endurance.

Com a dobradinha, a montadora alemã chegou à 13ª vitória em Le Mans nos últimos 15 anos – perdeu apenas em 2009 para a Peugeot e em 2003 para a Bentley. Apesar de ter ficado com o gostinho da vitória na boca, Di Grassi não se abalou com o resultado e mostrou confiança de que, em breve, conseguirá a façanha. Di Grassi comenta que cada vez mais se apaixona pelo lugar, e pelo evento, e afirma que vai trabalhar muito para ser o primeiro brasileiro a vencer a competição.

Abraço e até a próxima!

Comentários