Martin Luther King Pensador
Sexta, 16 de Janeiro de 2015

Estimados leitores, no dia 15 de janeiro de 1929, nasceu Martin Luther King, líder de movimentos que buscavam o respeito ás diferenças, aos direitos dos negros e o fim da discriminação racial nos EUA. Para marcar a data, trazemos aqui, alguns de seus pensamentos ainda muito atuais para a nossa reflexão.
“O amor é a única força capaz de transformar um inimigo em amigo. O perdão é um catalisador que cria a ambiência necessária para uma nova partida, para um reinício. Temos de aprender a viver todos como irmãos ou morreremos todos como loucos. O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”.
“A inteligência e o carater é o objetivo da verdadeira educação. Não permita que ninguém o faça descer tão baixo a ponto de você sentir ódio. Sempre é hora de fazer o que é certo. A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio”.
“É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar. É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se, fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias frios em casa me esconder. Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver. Não há nada mais trágico neste mundo do que saber o que é certo e não fazê-lo. Que tal mudarmos o mundo começando por nós mesmos?”.
“Se soubesse que o mundo se desintegraria amanhã, ainda assim plantaria a minha macieira. O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos. Temos aprendido a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos”.
“Saiba que seu destino é traçado pelos seus próprios pensamentos, e não por alguma força que venha de fora. O seu pensamento é a planta concebida por um arquiteto para construir um edifício denominado prosperidade. Você deve tornar o seu pensamento mais elevado, mais belo e mais próspero”.
“Cada dia é o dia do julgamento, e nós, com nossos atos e nossas palavras, com nosso silêncio e nossa voz, vamos escrevendo continuamente o livro da vida. A luz veio ao mundo e cada um de nós deve decidir se quer caminhar na luz do altruísmo construtivo ou nas trevas do egoísmo. Portanto, a mais urgente pergunta a ser feita nesta vida é: 'O que fiz hoje pelos outros?”.
“Eu guardei muitas coisas em minhas mãos, e perdi todas; mas todas que coloquei nas mãos de Deus, essas eu ainda possuo. Quando a cabeça pousar no seu travesseiro, lembre-se de guardar somente as coisas boas que te aconteceram hoje; assim você ficará com o coração leve e cheio de lindas lembranças”.

 

Comentários