A independência da Jamaica
Sexta, 07 de Agosto de 2015

Prezados leitores, a Jamaica é um país insular situado no mar do Caribe, América Central, próximo a Cuba e às Ilhas Caymans, e comemora no dia 6 de agosto a sua independência conquistada no ano de 1962. Trazemos aqui um pouco do histórico desta conquista.
Os primeiros habitantes da ilha foram os índios Aruaques e Taínos oriundos da América do Sul estabelecendo-se ali entre 4000 e 1000 a.C. O nome Jamaica deriva do nome Xamayca, dado pelos Aruaques, significando “terra de madeira e água’ ou “terra dos mananciais”. Quando Cristóvão Colombo chegou ao local, no ano de 1494, encontrou mais de 200 aldeias com uma estrutura administrativa própria.
Portanto, a ilha é descoberta pelos europeus com a chegada de Cristóvão Colombo e com ele os espanhóis sendo os primeiros colonizadores a partir de 1509. A ausência de ouro na região levou os espanhóis a dedicarem pouca atenção à ilha, utilizando-a, especialmente, como base de abastecimento para colonos de outras regiões americanas. É de salientar que os povos indígenas foram desaparecendo com a vinda dos europeus por ação, sobretudo, das doenças que os índios eram muito vulneráveis, mas também pelos trabalhos desumanos a que foram submetidos, dando origem à importação de escravos oriundos do continente africano.
A situação estratégica da ilha, nas rotas do comércio colonial, atraiu a atenção dos ingleses e, em 1655, a Jamaica é capturada por eles e, cinco anos depois, todos os espanhóis tinham sido expulsos. Entretanto, os escravos libertos da dominação espanhola e os que fugiam da dominação inglesa resistiram ao domínio inglês durante 150 anos. Para fazer frente às resistências, os britânicos foram obrigados a programar reformas políticas e administrativas graduais com o objetivo de criar um governo representativo sob a égide da Coroa britânica.
No século 20, o sentimento de insatisfação perante o domínio inglês espalha-se no seio da população, sobretudo a partir dos anos 30, devido, principalmente, a depressão econômica mundial que afetava em grande medida a população local, levando a formação, em 1938, de um movimento pela independência da ilha provocando mais mudanças constitucionais que instituíram, entre outras, uma assembleia de representantes eleitos por sufrágio universal, e que, mais tarde, deram responsabilidades departamentais aos ministros eleitos, salvaguardando a existência de um conselho legislativo e de um conselho executivo, ambos nomeados pela Inglaterra.
Ao longo dos anos que se seguiram, o grau de autonomia da Jamaica foi aumentando e, em 1958, o país passou a ser uma província de uma nação independente chamada Federação das Índias Ocidentais. A Ilha saiu da federação em 1962 e, em 6 de agosto do mesmo ano, consegue a sua independência completa do Reino Unido, sendo hoje uma nação soberana.

Comentários