10 de fevereiro, Dia do Atleta Profissional
Sexta, 12 de Fevereiro de 2016

Prezados amigos, em virtude da comemoração do dia 10 de fevereiro, Dia do Atleta Profissional, proclamado pela lei nº 9.616 de 24 de março de 1988, e tendo em consideração a realização dos Jogos Olímpicos neste ano no Brasil, achamos por bem destacar a data nesta coluna.

Vale ressaltar que a prática do esporte faz parte integrante da civilização humana, pois nos tempos primitivos o homem, para se defender dos animais e garantir a sua sobrevivência, aprendeu a saltar, correr e jogar objetos. Além disso, sua sobrevivência dependia de que o mesmo superasse seus limites, pois os alimentos não eram facilmente encontrados. Encontrava frutas, mas não tinha apetrechos para apanhá-las dos galhos mais altos, tinha que correr para conseguir matar um animal que lhe fornecesse carne e outros recursos. Assim surgiram as várias habilidades humanas e os esportes em consequência.

Fontes literárias e iconográficas descrevem cenas atléticas que remontam a 3.000 a.C., indicando a prática do esporte já nas primeiras civilizações do Egito e da Mesopotâmia. Igualmente, foi na antiguidade, em 776 a.C. na cidade de Olímpia, Grécia antiga, que se iniciou a organização dos Jogos Olímpicos, nos quais os competidores, atletas profissionais de diversos tipos de esporte, chegavam à cidade um mês antes do início dos jogos para se submeterem a um treinamento moral, físico e espiritual. Essas Olimpíadas duraram mais de mil anos. Na época, a premiação era somente uma coroa de ramos de oliveira, mas era comum os campeões terem algumas regalias, como alimentação paga de forma vitalícia, lugares nas primeiras filas dos teatros, para além de serem considerados heróis, pois muitos inclusive foram soldados que inspiraram a mitologia grega.

Em 1896, por iniciativa do Barão Pierre de Coubertin, a Olimpíada voltou a ser realizada. O primeiro país a sediar os Jogos Olímpicos da Era Moderna foi a Grécia, numa justa homenagem aos grandes criadores do espírito olímpico. Desde então, seja em olimpíadas, maratonas, torneios, copas e todos os tipos de competições, os atletas são a grande atração. Pelos seus ideais de superação, garra e talento, inspiram pessoas em toda parte a terem uma vida saudável e praticar exercícios. Acabam se transformando em ídolos, modelos e exemplos a serem seguidos.

Assim, os ideais de limites do corpo humano foram sendo superados, a cada rodada esportiva os recordes sendo ultrapassados, mostrando que o homem conseguia vencer grandes obstáculos através da velocidade, da resistência e da força. Além disso, pôde estabelecer e fortalecer valores, tais como o respeito, a persistência e o espírito de equipe. Para ser um grande atleta e crescer, o esportista precisa de algumas condições favoráveis: boa alimentação, condições para o treino, acesso aos acessórios básicos, descanso, condições financeiras para viagens de competições, entre outras.

Comentários