Tipos de Conflitos ou Guerras - parte 3
Sexta, 29 de Agosto de 2014

Estimados leitores, nesta etapa da descrição dos diferentes tipos de conflitos ou guerras que acontecem em nosso mundo, destacaremos as modalidades de guerra segundo a forma do confronto. 

Guerra Civil – Conflito que envolve facções de uma mesma nação ou grupo. Possui como objetivo a separação ou a tomada do poder. É o caso da então Guerra Civil Americana e também a Guerra Civil Espanhola (1936-1939). 

Guerra Preservativa – Acontece quando uma nação, estando sob a ameaça de outra, não encontra alternativa senão a de tomar a iniciativa do confronto, fazendo isso como forma de defesa. 

Guerra de Partida – Acontece quando uma nação antecipa agressivamente o confronto, pelo conflito subversivo efervescente das massas, sem que existam provas consistentes o bastante para justificá-lo, antes do oponente do confronto. Exemplo, a invasão do Iraque pelos Estados que culminou na queda do então presidente Saddam Hussein.

Guerra Fria – Ocorre quando nações disputam liderança global, através de conflitos indiretos, de corrida armamentista e tecnológica, espionagem ou subversão guerras por procuração, guerras doutrinárias; sempre evitando o confronto militar direto, uma vez que este desencadearia uma escalada de aniquilação, na Era Nuclear, que levaria à Guerra Nuclear total. É o caso do que aconteceu entre os Estados Unidos e a União Soviética de 1945 a 1989.

Guerra Revolucionária – É o tipo de guerra que se segue a uma revolução de golpe de Estado, onde um dos lados em confronto tem a intenção declarada de tomar o poder para modificar profundamente as estruturas políticas, econômicas e/ou sociais de um país. Muitas vezes tornam-se guerras civis prolongadas, quando o grupo revolucionário não tem condições políticas ou militares de tomar o poder. Exemplo: A Guerra dos Farrapos, a Revolução Russa (1918-1922) entre outros conflitos. 

Guerra Subversiva, Espionagem ou de Guerrilha – É um tipo de guerra não convencional de confronto direto, no qual um dos grupos envolvidos pretende subverter a ordem estabelecida. É o caso das Farc na Colômbia, e em guerras urbanas modernas, contra os diversos tipos de tráfico ilegal.

Guerra Psicológica – É guerra psicológica, a manobra em que o interessado detém a fidelidade do povo ao suprir-lhes precariamente, suas necessidades básicas sem intenção verdadeira de viabilizar soluções. Aparentando apoio e atenção, sem perder o foco voltado em mantê-lo atado e fiel através do medo, ignora o fato que se trata apenas da manutenção de sua miséria sobrevivência. Dessa forma, o interessado os mantém calados, passivos, inoperantes e gratificados.

Comentários