Sexta, 25 de Agosto de 2017 às 13:59
Para inspirar...
O natural e essencial do CasaCor RS
Por: Heloise Santi geral@folhadonoroeste.com.br
Eclético, aconchegante e simples - Divulgação CasaCor

Focados no que é essencial e pessoal o CasaCor Rio Grande do Sul pode ser resumido como eclético. Em sua 25ª edição evento apostou na pluralidade de referências que perpassam pelo escandinavo e industrial que continuam presentes. Passando pela urbanidade, natureza e equilíbrio para agradar ao público.

Pensando nisso, a arquiteta Sinara Ceolin, traz para nós um compilado das principais tendências dos 44 projetos. “O foco está no essencial e design mais próximo das pessoas. Ao contrário do que possa parecer, a ideia não é traduzida apenas em ambientes minimalistas. O essencial também encontra a urbanidade, a natureza, a reedição de alguns clássicos da arquitetura e outras referências, trazendo certo ecletismo para agradar a todos os gostos”, comentou.

O fato é que o Casa Cor, que segue até 27 de agosto em Porto Alegre, está deslumbrante e muito inspirador e não poderíamos deixar de pontuar algumas tendências para se inspirar e não ter dúvidas para quem busca novas propostas para a casa. Como são muitas referências, vamos dividir em duas edições, a primeira você confere agora, a segunda parte nas próximas semanas.

Aconchego que vem da natureza
As texturas naturais, cores quentes e um toque de verde natureza são alguns recursos aliados do intimismo.

Nas texturas naturais destacam-se:
- uso de piso em madeira natural e marcenaria em melamina com tons de madeira;
- pedras naturais como mármores;
- pergolado em madeira;
- mesas e os móveis em cordas
- Couro e outras texturas rústicas;
- Uso do compensado, chapas de aço corten e laca cinza;
- O piso em espinha de peixe ainda continua;
- Cores quentes, tecidos em veludo, evidenciadas em alguns elementos em concomitância com a madeira (paredes e vigas) e a iluminação indireta.
- valorização de plantas suspensas, musgos e um esmero à parte com as soluções de iluminação;

Foco no essencial
A cartela de cores dispensa excessos e o design é apurado até alcançar a máxima simplicidade, destacando a perfeição de acabamentos e a beleza natural dos materiais.
- Cuidado com a simetria revela buscando um estilo clean e clássico no layout;
- Uso do couro e veludo nos estofados;
- Cores que passeiam pelos tons de bege e branco.
- Nos espaços em que os tons claros prevalecem em revestimentos e móveis, a madeira entra como um elementos para dar um destaque e aquecer o espaço de forma pontual.
- Espaços totalmente com tons claros porém com destaque na variação das texturas
- Traçados contemporâneo e retilíneo;
-Destacando para poucos elementos e bons materiais.
- Mobiliário foi revestidos em vidro, resistente a arranhões.
- A linguagem moderna também se expressa em recursos como gavetas e portas automatizadas.
- Couro natural nas banquetas, piso de madeira e bancada em pedra deixam o resultado mais acolhedor.

Colaboração: Sinara Ceolin

Mais informações na edição impressa de sexta-feira, 25 de agosto. 

Imagens
Comentários
Notícias Relacionadas
  • 20/11/2017 - 11:50
    Conselho de arquitetura estará em FW e Palmeira
  • 13/10/2017 - 16:14
    Vamos mudar o banheiro?
  • 12/09/2017 - 16:50
    Abertura oficial do 4º Taller Vertical Internacional da URI
Últimas Notícias
  • 23/01/2018 - 19:50
    Planalto: melhorias nas estradas do interior
  • 23/01/2018 - 19:30
    Abertas as incrições para processo seletivo em Ametista
  • 23/01/2018 - 19:26
    Por que a passarela ainda não saiu?