Para a grande maioria da população a prática de atividades no frio não é algo muito prazeroso, porém mesmo em ambientes frios, as atividades físicas nos trazem muitos benefícios para a saúde e bem estar.

Quem começa a praticar musculação antes do verão pensando nos efeitos estéticos - como emagrecimento e aumento da massa muscular -, consegue muitos efeitos positivos e não apenas os estéticos, mas também questões de saúde e melhora na qualidade de vida do praticante e a suspenção dos treinos, faz com que esses efeitos regridam.

Quando começam a treinar musculação, o corpo vai se modificando, não apenas por fora, mas todo o funcionamento do organismo sofre essas alterações benéficas. Ele vai se adaptando e se modificando mensalmente aparecendo mudanças significativas em seis meses.  Após este período, os efeitos são mais potencializados e mais profundos.

Suspendendo o treinamento os efeitos não param apenas, eles regridem e quanto menos tempo de treinamento maior serão as perdas já conquistadas, então se o aluno começa a frequentar uma academia em outubro e novembro - com dedicação e bons resultados -, e nesse período, desiste de treinar pelo frio voltando em setembro. Provavelmente começará todo o processo novamente, pois as perdas conquistadas serão perdidas, podendo voltar depois numa condição pior do que no inicio do treinamento.

Então, o treinamento é um processo constante de evolução e quanto mais e melhor treinar melhores será os resultados obtidos e as suspensões dos treinamentos vão gerar um revés nesse processo. Quem começa no verão e suspende no inverno sempre realizará um processo incompleto, toda vez será um reinício e uma interrupção ao invés do processo de evolução contínua.

O inverno não é uma época boa para quem sofre de depressão. Dias escuros e curtos, frio, maior desânimo. Sabemos que a prática de atividades físicas libera muitas substâncias no organismo que acabam combatendo os efeitos da depressão e melhorando o bem-estar dos praticantes, além da academia ser um importante lugar para socialização dos alunos. Por isso, continuar treinando é fundamental para a mente também.

E como o treinamento é um processo contínuo, a continuidade dos treinamentos durante os períodos mais frios do ano é são importantes para não regredir nos ganhos já conquistados nas épocas mais quentes do ano, assim evitando a perda dos resultados conquistados e o eterno recomeço toda vez que aproximamos do verão.

Treinar no inverno é bom para o corpo e mente, pois fortalece e aumenta os resultados já obtidos. E a correria nos meses quentes em busca do corpo ideal, será algo mais leve e tranquilo, pois nesses meses frios o aluno já foi moldando o corpo e melhorando a saúde com a prática da musculação.

Então, bons treinos mesmo nesse friozinho.

Abraço!!!!