Alguns empresários e empresárias consideram o fato de terem uma logo, um nome ou uma identidade visual como uma marca completa. Contudo, uma marca não se faz somente disso. Ela é um conjunto de sentimentos e experiências que o público teve e criou do produto ou serviço que você oferece e esta experiência depende do consumidor.

Algo que é preciso considerar nesta jornada, é que muitas vezes esse processo é individual, ou seja, cada pessoa entende sua marca de uma maneira distinta. Por isso, reforço 3 lembretes importantes sobre isso:

1 - Você nunca terá controle total sobre como sua empresa será percebida.

2 - Você precisa buscar e apresentar seu diferencial.

3 - Você precisa criar uma marca única e que entregue experiências incríveis do início ao fim.

Ademais, para que sua marca se consolide e seu público compreenda a experiência que você quer gerar a ele, você precisa desenvolver o posicionamento da sua marca, principalmente nas redes sociais. E o que isso significa?

O posicionamento representa como VOCÊ QUER que a sua marca seja reconhecida pelos seus clientes. Nas redes sociais, ele se resume na maneira como você compartilha conteúdos e se relaciona com os usuários. Isso envolve desde os links relevantes compartilhados, as postagens em datas comemorativas e a linguagem utilizada nos comentários.

Para construir um posicionamento coerente à sua marca, é preciso refletir sobre a razão dela existir e o porquê das pessoas se conectarem e acreditarem nela. A partir destas reflexões você iniciará o processo de posicionar sua marca com propósito e verdade, sem esquecer que a experiência depende do consumidor.

Nesta caminhada, posicionar-se é de extrema importância, assim como compreender seu público e o mercado. Por isso, lembre-se sempre: “O objetivo é vender para as pessoas que acreditam no que você acredita.”