Desvendar o que chamamos de zeitgeist é um dos desafios que este tempo nos propõe. Zeitgeist é um conceito da filosofia alemã do século XVIII ao XIX, que significa “espírito da época”. Em alemão, Zeit, tempo e Geist, tempo ou espírito/fantasma. Refere-se a um agente ou força invisível que domina as características de uma dada época na história do mundo. O termo foi apresentado inicialmente pelo escritor alemão Johann Gottfried von Herder, para nomear o que seria o “espírito do tempo”. Seu conceito reforça a ideia de um clima cultural, social e intelectual que permeia toda a atmosfera global. O zeitgeist é um retrato da época que vivemos, como a sociedade se comporta, quais são seus anseios, o que as pessoas estão buscando. 

Agora, faça uma vivência de imaginação e busque expor o que seria o zeitgeist deste momento? Poderíamos narrar a adesão em massa ao home office, poderíamos falar sobre movimentos de solidariedade ao redor do mundo, poderíamos descrever uma crise econômica sem precedentes com centros comerciais, restaurantes e bares fechados, poderíamos falar do sentimento de solidão, ansiedade e isolamento das pessoas, poderíamos falar do crescimento do e-commerce e da digitalização e, tantas outros fatos que estão mudando o mundo.

Esses são apenas alguns sinais, que nos ajudam a compreender os valores de nosso zeitgeitst agora. Assim como estas pistas, o caçador de tendências, procura sinais no presente para realizar inferências sobre o futuro.  O termo cool, utilizado para definir uma das modernas práticas de previsão de tendências e comportamentos, parece hoje estar restrito a uma aura inatingível e inacessível aos simples mortais. O que as pessoas não sabem, é que essa prática pode ser apreendida. Existem metodologias para isso.

A atividade, como alguns dizem, não é simplesmente caçar o que é up to date. Uma das grandes chaves para entender esta prática é compreender que o extraordinário é o próprio cotidiano: pessoas comuns capazes de emitir sinais sutis de mudanças que podem ou não se transformar em novos padrões de comportamento. Um futuro que contenha de alguma forma o presente. Imagine com essa afirmação, quantos futuros estão contidos em nosso presente hoje? Existem dois métodos para realizar análises: o chamado forecasting e o backcasting. O primeiro envolve a previsão dos valores futuros (desconhecidos) das variáveis dependentes com base nos valores conhecidos da variável independente. O segundo é método usado por futuristas que é chamado de “voltando do futuro” (backcasting). O backcasting é um método de planejamento que começa com a definição de um futuro desejável e depois trabalha para trás para identificar políticas e programas que conectarão esse futuro especificado ao presente.  Ambos nos ajudam a lidar com o futuro.

Vamos por a nossa pegada zeitgeist em ação e caçar o futuro que podemos e queremos construir juntxs?