Faz tempo que o mundo vem se movimentando de uma forma rápida e constante e cada vez mais, assuntos relevantes ganham destaque e grandes proporções na internet, principalmente pela sua rapidez em circulação, chegando facilmente na mídia.

Isso faz com que nossa opinião chegue a milhares de pessoas em apenas um clique, o que pode ser algo benéfico, mas, ao mesmo tempo, ainda precisamos discutir sobre como e com que finalidade estamos usando esse espaço para reverberar nossos posicionamentos. 

Todos e todas nós podemos influenciar pessoas, independente de quantas nos seguem, por exemplo, ao mesmo tempo em que temos que parar para analisar de que forma nossos posicionamentos refletem sobre o ambiente o qual estamos construindo.

Por isso, eu te pergunto: você sente que precisa se posicionar em relação a assuntos relevantes que estão em alta? 

Essa é uma dúvida que recebo bastante e que cobro de mim mesma também. São aqueles momentos em que nos sentimos inseguras e confusas se podemos e/ou devemos nos posicionar, se é necessário, ou adequado. Por isso, tiro algumas respostas de um post que a @contente.vc fez essa semana no Instagram.

É recomendado que você se posicione quando:

- Identificar que sua opinião sobre o assunto gera um impacto relevante ao público que você influencia. 
- Compreender que nem sempre você tem propriedade para falar e sim, pode convidar pessoas que tem maior protagonismo sobre o assunto.
- Aprender que suas palavras não devem agredir ninguém e sim, ter responsabilidade sobre o que é falado, como e para quem é direcionado. 
- Visualizar que não é preciso ceder a pressão do algoritmo e que quanto mais estudar, ler e se informar sobre o assunto, mais responsável será seu posicionamento. 

Por fim, quando fizeres este exercício, lembre-se que, seu discurso digital precisa estar alinhado a sua prática offline, às ações que desenvolve para trás do celular ou da tela do computador e isso ajudará a alimentar a cultura do se importar menos com curtidas e mais com ações concretas. Conto com você!