MENSAGEM – No apagar das luzes de 2020, temos que olhar para trás, antes de fechar definitivamente a sua porta, e agradecer a Deus pela vida, pela saúde e pelas lições que este ano nos ensinou. Vamos agradecer aos profissionais de saúde que salvaram vidas, às pessoas que tomaram iniciativas em socorrer aqueles que tiveram seu trabalho e renda interrompidos, a cada gesto de solidariedade, empatia e humanidade que vimos mundo à fora. Ao abrir as portas de 2021, que o façamos com a esperança renovada de dias melhores, de fraternidade, solidariedade e o abraço que não pode ser dado, por amor ao próximo. Que 2021 nos traga outras formas de distanciamento. Distanciamento das coisas nefastas que nos deixam mal e dos rancores. Que possamos voltar novamente a sorrir sem máscaras, abraçar sem medo e nos encontrar sem culpa. Um feliz e abençoado ano de 2021.

NOVAS PATRONAGENS – Seguindo todas as regras de distanciamento social, dois CTGs da 28ª Região Tradicionalista realizaram eleição da sua nova patronagem. De forma inédita, o Minuano CTG de Iraí elegeu a sua primeira patroa. A eleição aconteceu dia 07 de dezembro, sendo confirmado o nome de Élide Damitz, que ocupará o cargo deixado pelo patrão João Arlindo Rembold, que por 22 anos atuou na patronagem do Minuano CTG. João Arlindo ocupará o cargo de Coordenador da 28ª Região Tradicionalista. Da mesma forma, o CTG Os Sinuelos de Alpestre será comandado no ano de 2021 pelo patrão Ivo Danielli. A posse dos novos patrões se dará através de cerimônia e juramento virtual.

REINVENTANDO – O Grupo de música gauchesca Tche Guri, está procurando se reinventar para superar a crise, que devido à Pandemia, assola todos os grupos musicais no Brasil. Usando de criatividade e percebendo um nicho importante, estreou na web a série “Tche Gurizadinha”, com músicas infantis em ritmos gaúchos, com dançarinos, bonecos e muita cultura envolvida. A intenção é incentivar as novas gerações para o ritmo gauchesco e fandangueiro. Dois episódios já foram ao ar, podendo ser encontrados facilmente no Youtube.

ELEIÇÃO DO MTG I – Argumentando que os gestores do MTG não tiveram condições de realizar seu trabalho por causa da pandemia e que os principais eventos foram adiados para 2021, houve uma proposição de prorrogação do mandato da diretoria do MTG por mais um ano. A ideia apresentada era no sentido de prorrogar o mandato da presidente, diretoria, conselho, coordenadores regionais e patrões. Reunido, o Conselho diretor deliberou a possibilidade e rejeitou a proposta. Antes da reunião do Conselho Diretor a Presidente do MTG, Gilda Galeazzi já havia se manifestado contra a prorrogação do seu mandato. Gilda assumiu a presidência do MTG após uma batalha jurídica ocasionada pelo empate na eleição que ocorreu em janeiro.

ELEIÇÃO DO MTG II – O Conselho Diretor do MTG discutiu a possibilidade das eleições, que acontecem no Congresso Tradicionalista no segundo final de semana de janeiro, e que devido à Pandeia está previsto para o mês de fevereiro de 2021, possam ocorrer presencialmente em cada uma das 30 Regiões Tradicionalistas. Com mais uma proposição, desta vez de forma on-line, através de uma plataforma segura, a diretoria do MTG anunciou que vai elaborar uma terceira alternativa. A realização presencial do Congresso, seja em Canoas ou nas regiões, dependeria da evolução da pandemia. “Se fosse hoje, sua execução seria inviável. Não podemos colocar em risco a saúde dos nossos tradicionalistas, principalmente porque muitos deles fazem parte do grupo de risco para a Covid-19”, afirma a presidente Gilda Galeazzi.