Quando se fala em “anjos”, o que vem na cabeça? Um “ser” protetor, com “asas” lindas e maravilhosas, que vai nos guiar, iluminar e nos defender de qualquer mal. Ficção ou realidade, “anjo” significa guardião e defensor, que trás consigo muito amor, paz e serenidade.

Pois bem! Depois de 183 anos, nossa Gloriosa Brigada Militar, que já foi “Anjo” de milhões de Gaúchos, durante sua existência, nas mais inúmeras situações e atividades, passará também a ser protegida. Isso mesmo!

A Brigada Militar criou o PROGRAMA ANJOS, que não é ficção, é realidade!  As verdadeiras “asas” serão colocadas sob todos nós. Uma equipe preparada e treinada para precocemente identificar casos de adoecimento mental que necessitam de avaliação especializada.

Esse PROGRAMA surgiu como uma ferramenta necessária, baseada na estatística de suicídios, onde de 2006 a 2016 a média anual de suicídios na Instituição fora de 18,5/100.000 habitantes, sendo o dobro da média de todo o Rio Grande do Sul no mesmo período. Só entre 2003 e 2019, ocorreram 84 suicídios entre militares da Ativa, segundo fonte da BM.

Já estava mais do que na hora de fazer algo diferente. Um assunto delicado que ceifa vidas de nossos combatentes que labutam diuturnamente para a proteção de nossa sociedade.

Mas como fazer esse levantamento precoce? A Brigada Militar esta em processo seletivo do primeiro Curso de Capacitação em Saúde Mental, que formará multiplicadores para cada canto deste Estado, para atuarem em conjunto com os serviços de saúde mental da Brigada Militar.

No final do curso o militar estará preparado para de alguma forma contribuir para a redução desses índices de suicídio, de diminuir o estigma da doença mental na corporação e ainda promover práticas de saúde mental no efetivo.

Não há condições de ter um especialista da área médica perto de todo o efetivo, por isso esses “anjos” serão de alguma forma, o protetor imediato. Terão o desafio de ser o primeiro a detectar qualquer situação que possam se enquadrar num futuro adoecimento mental e de imediato avisar a equipe médica para que possam intervir preventivamente.

Espero que todos que tiverem essa delicada missão, sejam abençoados e protegidos pelos seus respectivos “anjos”.

Até mais.