Com objetivo de formar jovens agricultores, a Casa Familiar Rural (CFR) de Frederico Westphalen é uma instituição comunitária e está completando 14 anos de história amanhã, 25 de julho. Para comemorar esta data, será realizada, a partir das 10 horas de hoje, 24, junto à escola, no Polo de Modernização Tecnológica da Universidade Regional Integrada (URI) – campus de Frederico Westphalen, encontro com famílias, alunos e autoridades regionais para apresentar os resultados obtidos durante dos 14 anos da CFR.

Durante o encontro serão apresentados resultados da pesquisa “A influência da Pedagogia da Alternância no processo emancipatório dos jovens agricultores familiares”, que serão apresentados pela diretora da escola, Elisandra Manfio Zonta. Em seguida, o professor Luis Pedro Hillesheim, falará sobre “A Contribuição da Formação por Alternância na Sucessão da Agricultura Familiar”, e vai também mostrar dados dos alunos sobre o estudo “A experiência da Casa Familiar na Região de Frederico Westphalen”. Em seguida será aberto espaço ao público para debates e, ao meio-dia, será servido almoço. Participaram do encontro lideranças municipais e regionais, técnicos da Emater/RS-Ascar, Secretaria da Agricultura, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), entre outros.

A Escola de Ensino Médio Casa Familiar Rural trabalha desde 2006 com o ensino médio, e conta com 14 profissionais. Além da qualificação, a CFR visa o desenvolvimento de jovens agricultores com o meio rural e a sucessão da propriedade.

Aprendizado

Para a diretora da escola, a comemoração de 14 anos de trabalho é um momento festivo e importante para região. “É um ponto positivo para região, pois podemos ver a quantidade de jovens formados já na escola e a evolução que levam para suas propriedades. Um dos grandes objetivos da casa familiar rural é desenvolver atividades com os jovens, para que eles construam e desenvolvam tudo que aprenderem aqui e levem para as propriedades junto com as suas famílias, buscando sempre novas alternativas”, explicou Elisandra.

A escola trabalha em parcerias com Sindicatos de Trabalhadores Rurais (STR's) da região, Cooperativa Tritícola de Frederico Westphalen (Cotrifred), Cresol, Sicredi, Creluz, e órgãos municipais e regionais, como Emater-RS/Ascar e o Polo Tecnológico da URI, além de 14 prefeituras da região.

Pedagogia da alternância

Na escola, os professores trabalham com a pedagogia da alternância. Os jovens ficam durante uma semana na escola e nas duas seguintes ficam em casa, desenvolvendo suas atividades e construindo projetos. Atualmente, 60 jovens estudam na CFR. Ao todo, 169 jovens já foram formados na instituição.

Renato Padilha rural@folhadonoroeste.com.br (Foto: Renato Padilha)