Não existe tempo, dia ou hora marcada para fazer o bem e sobre isso, Isabella Teixeira de Oliveira compreende e luta todos os dias, para fazer a diferença na vida do próximo. 

Graduada em medicina e residência médica em pediatria e neonatologia, a mineira de 34 anos vive há cinco anos no município de Tenente Portela, onde trabalha como coordenadora da UCI Neonatal do Hospital Santo Antônio e como pediatra na Clínica Incorpore. 

- Tenho muito orgulho da história que tenho construído em Tenente Portela, pois o propósito de ter vindo para cá foi exatamente com o desafio de estruturar a UCI, algo que faltava na região e, hoje, após cinco anos, vejo que sair da minha zona de conforto e fazer essa mudança de vida me proporcionou fazer de fato a diferença na qualidade de vida de muitos bebês, sobretudo prematuros, e suas famílias. Isso é o mais gratificante, ser útil, prestar uma assistência de qualidade e ver como isso vem impactando positivamente na minha vida e nos meus pacientes -, conta Isabella.

Aliada à sua profissão, Isabella busca, por meio do projeto Fraternidade sem Fronteiras, contribuir para o avanço da solidariedade. 

A Fraternidade sem Fronteiras é uma organização humanitária que atua no Brasil e na África e tem como missão, vivenciar e incentivar a prática da fraternidade, sem restrições étnicas, geográficas ou religiosas, amparando prioritariamente as crianças e jovens em situações de vulnerabilidade ou risco social. 

- Minha história com a fraternidade começou há alguns anos, quando conheci o trabalho lindo que é desenvolvido e, desde então, comecei a apadrinhar o projeto com doações mensais a partir de R$ 50, pois é isso que mantém e assegura a continuidade do trabalho de acolhimento -, explica. 

Caravana emergencial da saúde

No próximo mês, mais precisamente no dia 9 de dezembro, inicia uma intensa trajetória, a caravana emergencial da saúde, a primeira realizada com destino para a África, com o intuito de prestar assistência médica e odontológica durante a viagem. 

- Sairemos de São Paulo no dia 9 e ficaremos 10 dias prestando atendimento. Estou tendo a oportunidade de participar como pediatra totalmente voluntária, acolhendo e cuidando de crianças, que é o que mais amo fazer -, destaca. 

O grupo de voluntários é formado por, aproximadamente, 30 pessoas de diversos estados brasileiros, com a missão de levar saúde e amor aos que necessitam. 
Segundo a médica, a Nação Ubuntu é um dos projetos da Fraternidade sem Fronteiras que acolhe no Malawi – África, 52 mil refugiados de guerra e oferece alimentação, educação, oficinas, trabalho e, sobretudo, amor ao próximo. 

- Essa é a primeira caravana de muitas que virão a acontecer e eu seguirei sempre que possível participando das missões da fraternidade, afinal, “devemos ser a mudança que queremos ver no mundo”. Meu coração é só gratidão por poder usar a minha profissão para ajudar nossos irmãos refugiados. Mas mais do que contribuir com a medicina, posso dar e sentir amor e não tenho dúvidas que eles irão me ajudar mais do que eu a eles. Será uma experiência transformadora em minha vida -, finaliza Isabella, feliz por tudo o que está por vir. 

O grupo está recebendo doações de medicamentos e materiais de saúde necessários. Interessados em contribuir com essa ação humanitária, podem entregar ou se informar na Clínica Incorpe de Tenente Portela.

Ajude e faça a diferença!