A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) já está orientando seus associados a interromperem imediatamente a comercialização dos leites das marcas envolvidas na nova fase da Operação Leite Compensado, deflagrada pelo Ministério Público Estadual. A medida é preventiva e, segundo o presidente da entidade, Antônio Cesa Longo, busca garantir segurança aos consumidores. “Aguardaremos o andamento das investigações e, enquanto houver dúvidas sobre quais são os lotes adulterados, recomendamos que os supermercados retirem estas marcas das gôndolas e cessem sua comercialização”, explica.

A Associação Gaúcha de Supermercados garante que, mesmo após a retirada destas marcas dos pontos de venda, os consumidores não enfrentarão dificuldades no abastecimento de leite. “Juntas, as duas marcas envolvidas representam apenas 3% da venda”, lembra Antônio Cesa Longo.

Assessoria de Imprensa/ Agas