Depois de o presidente Jair Bolsonaro ter sancionado nesta semana os projetos de lei que recompuseram valores cortados da Lei Orçamentária Anual, entre os quais R$ 3,68 bilhões destinados à subvenção agrícola, entidades da agropecuária gaúcha aguardam para o período entre 23 e 25 de junho o anúncio do Plano Safra 2021/2022.

Com a sanção, estão repostos R$ 1,35 bilhão para a subvenção ao Pronaf e R$ 1,66 bilhão para subvenção de operações de investimento rural e agroindustrial, entre valores menores para outras rubricas.

Segundo o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Fernando Schwanke, a sanção era fundamental para que a pasta pudesse fechar o Plano Safra e apresentá-lo ao Conselho Monetário Nacional, o que deve ocorrer na próxima semana.

CP