O destaque da região do Médio Alto Uruguai na produção da fruticultura no Estado, já alcançado, especialmente, pelo cultivo da uva e da laranja, agora começa a ter uma nova personagem: a cultura da banana. Localizadas em um local privilegiado no interior de Caiçara, propriedades rurais da linha Boa Vista do Pardo, na costa do rio Uruguai, estão se destacando comercialmente na produção de bananas prata e caturra.

A produção começou há cerca de cinco anos, pela família Driedrich, e tem foco na demanda regional. O principal destino é a merenda escolar, com comercialização para 20 municípios, via Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e supermercados de 12 cidades da região. Agora, a atividade tem ganhado uma projeção maior, com a participação de 10 famílias, totalizando 30 hectares para o cultivo da banana.

Conforme explica Paulo Sérgio Diedrich que, junto com o irmão, Volnei Diedrich, é sócio-proprietário da Diedrich Comércio de Frutas, a empresa presta apoio aos produtores, desde o fornecimento da muda, adubação, aquisição de maquinários necessários, assistência técnica e comercialização do produto com garantia de aquisição de 100% da safra.

A área onde as propriedades estão localizadas tem microclima propício ao desenvolvimento da cultura, pois fica às margens do rio Uruguai, o que, aliado à qualidade das mudas e manejo, garante frutas com sabor diferenciado. A expansão dos negócios, por meio da parceria com os demais produtores, permitiu a instalação de um sistema de irrigação para qualificar ainda mais a atividade. Para isso, os produtores contaram com todo o suporte do Escritório Municipal da Emater de Caiçara, desde a elaboração do projeto até as orientações técnicas.

Para se ter uma ideia da importância econômica da atividade para essas famílias e para a economia regional, em 2018, a produção anual era de 300 toneladas de bananas, gerando 4 empregos diretos. Atualmente, com a expansão, são comercializadas cerca de 100 toneladas da fruta todos os meses, com a criação de 10 postos de trabalho diretos e 30 indiretos.

Em volumes de produção, as frutas cultivadas no Rio Grande do Sul são insuficientes para abastecer o mercado do Estado, o que dá uma perspectiva de possibilidade de crescimento e envolvimento de mais produtores. Em solo gaúcho, a maior região produtora é o Litoral Norte. Dados do Atlas Socioeconômico do RS apontam que entre 2016 e 2018, o Estado era o 12º do país no ranking de produção de bananas, com 133,3 mil toneladas

Secretaria da Agricultura e Emater

No próximo dia 27, a partir das 15h, na linha Boa Vista do Pardo, deverá ocorrer um ato que marcará a inauguração do sistema de irrigação. Vão participar autoridades locais, representantes da Emater/RS-Ascar e de entidades e empresas parceiras, como cooperativas e supermercados. Também está sendo cogitada a presença da secretária estadual da Agricultura, Silvana Covatti e do presidente da Emater, Geraldo Sandri.