Com a chegada do calor e o tempo seco nesta época do ano, os picos de incidência de inflamação na conjuntiva do olho aumentam, causando secreção e vermelhidão ocular, inchaço nas pálpebras e os olhos lacrimejantes.  1 – O que é conjuntivite? É uma inflamação na conjuntiva do olho – uma membrana transparente que recobre a esclera (parte branca do olho) – e toda a pálpebra. Diversos fatores como infecções bacterianas ou virais, fungos ou protozoários podem causar esse problema. Existe também a conjuntivite alérgica (causada por substâncias ou a poluição). Geralmente a conjuntivite atinge os dois olhos e dura de uma a duas semanas, variando de acordo com a condição imunológica de cada paciente.  2 – Sintomas Os principais são o aumento na quantidade de sangue que causa vermelhidão nos olhos, inchaço das pálpebras, olhos lacrimejando, coceira, secreção ocular e sensação de areia nos olhos. 3 – Diagnóstico  Para diagnosticar a conjuntivite é necessário consultar um oftalmologista, que irá coletar informações para identificar o tipo da inflamação. Através dos sintomas que se apresentam já é possível identificar e distinguir essa doença das demais. O diagnóstico incorreto pode resultar em sérios problemas de visão, por isso é importante sempre consultar um especialista.  4 – Prevenção  Para evitar o contágio é necessário manter hábitos de higiene, como lavar as mãos frequentemente e evitar coçar a região dos olhos. Pessoas que utilizam óculos devem redobrar os cuidados, pois alguns problemas que não são corrigidos podem deixar os olhos mais sensíveis e facilitar infecções. Não compartilhe materiais como maquiagens, colírios, cosméticos, lentes de contato, toalhas de rosto, óculos de natação e objetos de higiene pessoal. Piscinas não tratadas, lagos e a água do mar também podem ser meios de transmissão. Fique atento.  5 – Tratamento  O tratamento depende do agente causador da inflamação. Em grande parte dos casos ela passa em poucos dias sem intervenções médicas. Pomadas e colírios também podem ser indicados para terminar com a infecção e aliviar os sintomas. Nos casos de infecções bacterianas, o médico irá diagnosticar o tipo de bactéria e indicar o melhor antibiótico.  Para aliviar os sintomas podem ser usadas técnicas simples, como lavar bem os olhos e fazer compressas de água gelada ou com soro fisiológico.