Nesta quarta-feira, 15, o deputado Ernani Polo protocolou na Assembleia Legislativa, em ato realizado no galpão crioulo do parlamento gaúcho, com a presença do presidente da AL, deputado Gabriel Souza, de representantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) e também da Frente Parlamentar de Vereadores em Defesa das Tradições Gaúchas, projeto de Lei que prevê alterações no Programa “Nota Fiscal Gaúcha”, visando permitir que Centros de Tradições Gaúchas (CTGs), que mantenham invernadas artísticas que promovam inclusão social, possam receber recursos do programa NFG.

A proposta foi levada ao deputado Ernani Polo que, desde seu primeiro mandato, tem relações muito próximas com o tradicionalismo gaúcho, sendo Conselheiro Honorário do MTG, pelos vereadores que integram a Frente Parlamentar, movimento que reúne vereadores de todo o Rio Grande do Sul.

“Com esta iniciativa estamos buscando dar mais um apoio e incentivo às entidades que se dedicam à preservação de nossa cultura, promovendo a inclusão social através das invernadas artísticas que os CTGs de nosso Estado mantêm. São milhares de pessoas envolvidas com o tradicionalismo no Rio Grande do Sul e isto irá estimular a solicitação da nota fiscal após as compras, o que vai também fortalecer o programa”, ressalta o deputado Ernani Polo.

Participaram também do ato, Anibal Ribas, representante da Secretaria Estadual da Agricultura; Leonardo Lamachia, presidente da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça e Matheus Ayres Torres, representante do Piquete da OAB .

*Com informações da Ascom do deputado