Com a pandemia, o número de doadores reduziu em torno de 20%, mesmo com os hemocentros preparados para receber as doações. Em alguns casos o Ministério da Saúde precisou acionar o Plano Nacional de Contingência do Sangue, que possibilitou o remanejamento de 2.934 bolsas de sangue de outras unidades da federação para aquelas com maior dificuldade, com o apoio operacional e logístico.

Por isso, na data em que é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue – 25 de novembro  –, a pasta quer sensibilizar a população a doar sangue e salvar inúmeras vidas. O dia também tem o propósito de agradecer os doadores regulares, além de lembrar um período de estoques baixos nos bancos de sangue, devido à proximidade das férias e datas comemorativas de fim de ano com feriados prolongados.

Quem pode doar

No Brasil, pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue. Para os menores (entre 16 e 18 anos) é necessário o consentimento dos responsáveis, e entre 60 e 69 anos a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos.  É preciso também pesar no mínimo 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação, não fumar e não estar em jejum. No dia da doação, é imprescindível levar documento de identidade com foto.

A frequência máxima de doações de sangue é de quatro vezes ao ano para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.  A doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independente de parentesco.

Frederico Westphalen

Com o objetivo de aumentar o estoque de sangue, a Secretaria Municipal de Saúde de Frederico Westphalen está promovendo, semanalmente, o transporte de voluntários até o Hemocentro de Passo Fundo (HemoPasso). Devido à pandemia, as viagens até o HemoPasso estão ocorrendo mais vezes durante a semana, mas com número reduzido de voluntários para evitar aglomerações. “Doar sangue é ter a possibilidade de compartilhar o que temos de mais valioso”, ressaltou a responsável pelo agendamento das viagens, Honorina Teresa Ganzer.

Os interessados em doar sangue devem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para realizar o cadastro, através dos telefones (55) 3744-4911 ou (55) 3744-6922. O município disponibiliza gratuitamente o transporte de doadores até os hemocentros.

*Com informações do Ministério da Saúde e da Ascom Prefeitura FW