Novembro está quase no fim. 2013 está acabando. E a data mais esperada pelos comerciantes, ou cristãos, enfim, pela comunidade em geral, está chegando e com ela uma programação repleta de atrações para todos os públicos da região. O Frederico em Luz começa domingo, 24, e marca o início do Natal em Frederico Westphalen.

A praça da matriz está deslumbrante, com muitas luzes, enfeites, casinhas que abrigarão brincadeiras de milhares de crianças e pais “enlouquecidos” atrás de uma foto, trenós, guirlandas e muitas outras decorações.

Na Catedral Santo Antônio foram instaladas centenas de lâmpadas que destacarão o estilo gótico da igreja que, novamente, encantará os olhos do público com uma iluminação que transcenderá a realidade.

A cidade está pronta para receber o Natal. Ruas e avenidas de Frederico Westphalen receberam enfeites e luzes. Nesta edição do evento, o interior do município também será contemplado ao receber o Auto de Natal. As comunidades de Alto Alegre, São José e São João do Porto serão palco de apresentações artísticas e estarão encarregadas de recepcionar comunidades de outras linhas do interior.

A região também já vive clima de Natal. Alguns municípios, como Palmitinho e Tenente Portela, já embelezam suas ruas e avenidas dando às cidades o primeiro ar de Natal.

Este é um tempo de renovação, solidariedade e alegria. É momento de começar a pensar nas atitudes tomadas durante o ano e iniciar o planejamento pessoal e profissional para 2014.

 

*****

 

Finalmente, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) mandou engenheiros avaliarem as condições estruturais da ponte sobre o rio Uruguai, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Os profissionais verificaram a movimentação dos blocos e garantiram que não há risco de a ponte oferecer perigo aos motoristas.

Durante a cobertura da vistoria, a reportagem do Folha foi além do simples registro do trabalho dos engenheiros sobre a ponte. O repórter que acompanhou a pauta, com o auxílio de funcionários da empresa Sogel, desceu por uma escada, utilizando equipamentos de segurança, e registrou o movimento da ponte por baixo da estrutura.

Conforme o vídeo que está em www.folhadonoroeste.com.br – e que pode ser acessado pelo código QR Code –, as vigas que sustentam os vãos quase se tocam. Elas são separadas por uma borracha que suaviza o movimento. Em outra junção de vãos, os blocos de concreto se chocam com intensidade assuntando que está a pé na ponte.

Em conversa com os engenheiros que realizaram a vistoria, não há possibilidade de interdição da ponte, mas, após os estudos, o tráfego poderá ser centralizado na pista para que o peso fique equilibrado.

As lideranças e autoridades regionais lutam, diariamente, para que os investimentos e as manutenções das rodovias, inclusive, da ponte sobre o rio Uruguai ocorram, mas foi preciso que um morador de Iraí fizesse um vídeo mostrando as condições da estrutura e mais de 200 mil pessoas visualizassem o material e a imprensa pressionasse o Dnit para que alguma medida pudesse ser tomada.