Um bezerro com duas cabeças nascido em uma propriedade rural de Ametista do Sul, chamou a atenção dos agricultores nesta terça-feira, 13. O animal com a anomalia nasceu de parto normal pela manhã. A agricultora Noeli dos Santos contou que o filho Valmir Lopes dos Santos foi quem encontrou o animal. Ele percebeu que tinha formação de duas cabeças, com olhos, narizes e bocas.  A vaca está bem. 

De acordo com veterinários, casos como esse são raros. Principalmente pelo bezerro ter nascido vivo. A anomalia pode ser causada por erro na divisão embrionária, ou por uma separação incompleta no caso da gestação de gêmeos univitelinos.  Na maioria das vezes, o animal com duas cabeças não sobrevive por mais que algumas horas ou semanas, por conta da dificuldade de se alimentar ou pela existência de outras anomalias em órgãos internos.

*Editado com informações do Portal In Foco RS