“Empreender é pra mim?”, você já se fez essa pergunta em algum momento ou processo da vida? Pensando em levar mais informação e abrir novos caminhos, a Hey Peppers de Frederico Westphalen, em parceria com o Lions Club de FW, desenvolveram um material voltado para o universo empreendedor. 

A Hey Peppers oferece cursos de habilidades do século XXI para crianças, jovens e adultos, como empreendedorismo, cultura maker, robótica e educação financeira. 

- Aproveitamos oito dos materiais que tínhamos na escola para proporcionar essa experiência tão enriquecedora na vida dos jovens das escolas públicas do município. Essa atividade foi parte de um grande intuito e missão que temos em tudo que fazemos na Hey Peppers, que é o To Make Better People, ou seja, fazer pessoas melhores -, afirmou o sócio-proprietário da escola, Júlio Passing.

O material “Empreender é pra mim?” foi desenvolvimento pelo fundador da Hey Peppers, Felipe Diesel, e trabalha conceitos para o desenvolvimento de práticas empreendedoras. Segundo o fundador, o empreendedorismo não é exclusivo a quem deseja abrir um negócio, mas sim, a quem tem uma visão de mundo para desenvolvimento pessoal e profissional. 

- A Oficina de Empreendorismo da Hey Peppers, em parceria com o nosso clube, foi muito gratificante, principalmente, em poder oportunizar para esses jovens um curso tão importante e de relevância, o que compactua com o nosso propósito como companheiros leões. A missão da Escola Lions, que tem sua sede no Parque de

Exposições, é exatamente essa, transformar vidas por meio da educação e criar possibilidades para esses jovens que, muitas vezes, não conseguem pagar por um curso profissionalizante -, afirmou a companheira leão do Lions Club, Karoline Panosso Ferigollo. 

O curso foi desenvolvido para jovens de 13 a 17 anos, com aulas ministradas pelo time pedagógico da Hey Peppers, durante cinco dias, entre 26 a 30 de julho, intercalando entre a Escola do Lions, Parque de Exposições e na sede da Hey Peppers FW. 

-Há muito tempo estávamos pensando nesse projeto, mas por conta do período pandêmico, precisamos adiar até que fosse um momento mais oportuno. Foi um período de muito enriquecimento para nós da Hey Peppers, em poder partilhar essas tardes e atividades com eles. A educação é transformadora em uma sociedade e é lindo ver esses jovens tendo oportunidades para se desenvolverem. A franqueadora da Hey Peppers tem os projetos sociais como algo importantíssimo e tentamos sempre implementar essas atividades de acordo com a nossa agenda dentro de todas as unidades, além das atividades com nossos alunos, estamos sempre pensando em novas formas de envolver toda nossa sociedade e nos desenvolvermos juntos. Com certeza, podem esperar que logo mais tem novidade -, destacou Passing. 

Foram cinco dias intensos de muito aprendizado, com atividade que reforçam a ideia de pensar coletivamente, colocar metas e ampliar seus sonhos, sejam eles a curto, médio ou longo prazo. As atividades proporcionadas os tiraram da zona de conforto e visaram a resolução de problemas de formas criativas em empreendimentos e também na vida pessoal. 

- Queremos agradecer à Secretaria de Educação e Cultura de FW, por ter nos auxiliado na escolha dos alunos e na mobilidade urbana com a galerinha. Também agradecer ao nosso parceiro nesse projeto, Lions Club, pela estrutura e disponibilidade de sempre. Além disso, houveram espaços de conversas muito legais durante a semana, com três convidados que têm seus empreendimentos na cidade, a Gabriella Meyer, sócia-proprietária da Flor de Café; Elvis Picolotto e Jennifer Schulze, da Berenice Criativa e Samuel Schuch, responsável pela unidade do Cine Globo Cinemas FW -, finalizou Júlio Passing.