Com área de atuação em 36 municípios da região Norte do Estado, a Creluz deu mais um passo nesta semana para garantir seus padrões de excelência nos serviços prestados aos mais de 23 mil associados. Foi inaugurado nesta quinta, 15, o Complexo Solar Três Arcanjos, em Ametista do Sul, um empreendimento formado por três usinas que vieram para atender a demanda do município que é considerado o maior consumidor de energia da cooperativa.

O ato inaugural foi realizado na Usina Solar São Gabriel, para marcar oficialmente o funcionamento do complexo, formado ainda pelas usinas São Miguel e São Rafael. Foi uma cerimônia simples, em virtude da pandemia do coronavírus, com a presença de poucas pessoas, como o presidente da cooperativa, Elemar Battisti; prefeito do município; representantes de entidades de Ametista do Sul e da imprensa regional.

– O Complexo Solar Três Arcanjos foi pensado para aproveitar melhor a curva de consumo de Ametista do Sul, que é durante o dia e não noturna, o que era um grande problema. A cidade tem vocação turística, inclusive, de turismo religioso. Por isso escolhemos os três arcanjos para homenagear também o antigo nome do distrito, São Gabriel –, explica o presidente da Creluz, Elemar Battisti.

O objetivo do complexo é dar maior segurança na distribuição de energia ao associado, pois está conectado ao sistema de distribuição da cooperativa, melhorando a tensão e a corrente, estabilizando o sistema no período de maior carga. O investimento foi de R$ 12 milhões.

– Buscamos o que há de mais tecnológico no mercado, otimizando ao máximo o uso das placas, para gerar mais energia por metro quadrado e todas são telecomandas –, explica o engenheiro eletricista, gerente de Regulamentação da Creluz, Jamenson Guilherme Ozelane.

Ainda conforme o presidente Battisti, a definição dos locais, que são urbanos, tem a ver com dar maior segurança às estruturas, pois em lugares mais distantes podem se tornar alvo de furtos e também porque a maior demanda de energia de Ametista está na zona urbana. “Além disso, caso um dia a tecnologia mude, estamos falando de três áreas valorizadas, pois são ativos seguros”, acrescenta.

Subestação Pinhal Augusto Moro

Battisti destaca que a cooperativa está sempre buscando novas ideias e possibilidades de investimentos no mercado. Estão em análise, por exemplo, investimentos em geração de energia eólica, solar e também hídrica. “Estamos focados na Subestação Pinhal Augusto Moro, que entra em linha no mês de dezembro. A partir da inauguração vamos dar sequência ao nosso planejamento para novos investimentos na geração de energia, visando também o desenvolvimento da região”, finalizou o presidente.

- Usina São Gabriel: está localizada na Avenida Bento Gonçalves, bairro Floresta, ao lado do Shopping das Pedras, no município de Ametista do Sul-RS. Tem uma área total de 5.496,02 m² de área ocupada e capacidade de geração de 378.84 KWp, com 984 placas instaladas. O início da geração ocorreu dia 18 de novembro de 2019.

- Usina Solar São Miguel está na rua Vereador Jorge Luiz Bassi, bairro Aparecida. Tem área total de 11.845,92m², com área ocupada de 5.600m², com a instalação de 1.458 placas. Entrou em operação dia 20 de novembro de 2019.

- Usina Solar São Rafael, na rua Tomas Ligoski, saída para Linha Fruteira. Conta com 7.035,50 m² de área total, e ocupa 5.600m². A capacidade é de 718,41 KWp, com 1866 placas instaladas. Entrou em operação dia 31 de janeiro de 2020.