Único vereador reeleito, presidente da Câmara de Vereadores de Frederico Westphalen por três mandatos e ex-secretário da Administração. Vilnei Luiz Giacomini, 44 anos, ocupa pela terceira vez consecutiva uma cadeira no Plenário Hilário Piovesan.

Ao receber a reportagem em sua casa, Giacomini demonstra que tem vocação para a política e revela a união da coligação Juntos por Frederico com Alma e Coração (PMDB, PT e PSDB), ao afirmar que os projetos e indicações partem dos seis vereadores que compõem a Oposição.

 

 

Como é a experiência de propor soluções e oportunidades para a comunidade?

Vilnei Giacomini – Fico muito feliz porque fui reconduzido a mais um mandato de vereador, e tenho dito que o vereador é o porta-voz da comunidade. É nossa missão representar os anseios da comunidade. O vereador é eleito para ser esse elo de ligação das necessidades da comunidade com o Executivo municipal. Fico muito feliz por esta prerrogativa e estarmos conseguindo auxiliar, cobrar e fiscalizar a Administração, que é a nossa função. Então, me sinto muito feliz e realizado por representar não o pensamento do vereador Giacomini, mas por representar o pensamento daquelas pessoas que votaram no vereador Giacomini e nos trazem suas expectativas e suas necessidades.

 

Quais projetos e indicações já fez e pretende fazer para beneficiar a população?

Giacomini – Temos tido uma postura bastante responsável e temos trabalhado em parceria com a nossa coligação para apresentar indicações, proposições, Projetos de Lei de interesse de Frederico Westphalen. Este nosso posicionamento bastante responsável e coerente advém porque somos defensores da ideia de que quanto mais Frederico Westphalen crescer, se desenvolver e se destacar, mais a nossa população ganhará com este desenvolvimento. Este é o nosso objetivo. Trabalhamos desta forma. Não somos adeptos daquele pensamento de quanto pior melhor, muito pelo contrário. Temos aprovado projetos do Executivo municipal que são do interesse da nossa comunidade e nesse sentido não olhamos para a política, e sim para o desenvolvimento de Frederico Westphalen. Projetos de repercussão para o desenvolvimento têm tido o apoio da nossa coligação e têm tido o apoio do vereador Giacomini.

 

Integrando a Oposição, como é sua relação com a Administração?

Giacomini – Não tenho tido, nesses três mandatos, dificuldade alguma com o Executivo municipal. Muito pelo contrário: não somos adeptos do pensamento de quanto pior melhor. Já trabalhamos com a administração dos ex-prefeitos, Luiz Carlos Stefanello, José Alberto Panosso, e agora somos novamente vereador na administração de Roberto Felin Junior. Tenho tido uma maturidade muito grande, tenho cobrado, o que é meu papel e tenho feito críticas. E eu gostaria que essas críticas fossem encaradas de uma forma construtiva, porque é a manifestação pura não do vereador Giacomini, mas daquelas pessoas que confiam no vereador Giacomini, trazem seus anseios e são resultado das conversas que temos nas ruas no dia a dia. Tenho sido um opositor bastante contundente, mas muito responsável. Tenho aprovado os projetos que realmente desenvolvem Frederico Westphalen e tenho rejeitado aqueles projetos que entendo terem cunho político. Cunho político não tem a aprovação do vereador Giacomini.

 

Se você fosse prefeito, o que faria para melhorar a administração do município?

Giacomini – Na verdade, são várias novas iniciativas que precisamos ter. Precisamos ser mais dinâmicos e empreendedores. Não dá para ficarmos administrando e gerenciando um município do porte de Frederico Westphalen, que é um polo regional, apenas com recursos do município. Eu intensificaria o trabalho de captação de recursos dos governos estadual e federal porque Frederico Westphalen precisa MAIS. O nosso orçamento, apesar de ser de R$ 58 milhões, com os fundos municipais que constituem neste orçamento, mas somente ele não é suficiente para atender as demandas da nossa população. Então, o que eu intensificaria seria algumas frentes de desenvolvimento como o hospital público regional, um curso de medicina em parcerias com as universidades. Além disso, já teria colocado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em funcionamento e me preocuparia em investir na estrutura do Parque da Faguense, para oferecer à comunidade uma opção a mais de lazer e bem-estar, e com certeza seria mais audacioso nas iniciativas. Tivemos dez meses que o município ficou praticamente estagnado e somente agora começaram algumas iniciativas. Então, eu teria uma visão mais empreendedora, dinâmica, em busca de recursos para resolver os gargalos que Frederico enfrenta há décadas.

 

Com toda responsabilidade de atuar como vereador, sobra tempo para atuar como administrador?

Giacomini – Temos feito um esforço muito grande para conciliar as duas funções que são extremamente importantes. Hoje faço parte de um grande grupo, que tem papel importantíssimo dentro do desenvolvimento de Frederico Westphalen e não tenho medido esforços para corresponder às expectativas dos nossos diretores da empresa ARBAZA e, também, para estar à altura daquilo que a população que votou no vereador Giacomini espera: ter uma postura de participação. Tenho recebido a comunidade na minha casa e através do meu telefone. São várias as formas que a população tem chegado até o vereador Giacomini. Então, fico muito feliz porque tenho me empenhado muito, tenho trabalho muito e me satisfaço porque a minha missão é ajudar aqueles que veem no vereador Giacomini a possibilidade de solução de seus problemas.

Na próxima sexta-feira...

O líder de bancada do PP e o vereador mais experiente do partido na Câmara, Nelson Buzatto mantém a serenidade quando usa a Tribuna, mas não se abstém de rebater a Oposição e defender a Administração. Confira na próxima edição entrevista com o vereador que ocupa pela 4ª vez uma cadeira no Legislativo frederiquense.