As estudantes frederiquenses Giovana Pertuzzatti Rossatto, Patrícia Maria Stival e Mariana Bigolin Groff e o aluno taquaruçuense Junior Pessotto foram selecionados para o 5º Encontro do Hotel Hilbert, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada. O encontro acontece entre os dias 24 a 28 de agosto de 2015, em Florianópolis/SC. A ideia é reunir os jovens brasileiros que se destacam no estudo da matemática.

Giovana estuda no 1º ano do ensino médio do Instituto Federal Farroupilha, Patrícia e Mariana estão no 9º ano da Escola Estadual de Ensino Médio Cardeal Roncalli e Junior é aluno do 9º ano da Escola Municipal Ensino Fundamental Afonso Balestrin de Taquaruçu do Sul. Todos fazem parte do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Eles estão alegres com o reconhecimento e ansiosos para a viagem. “Foi uma notícia inesperada, estou ansiosa porque terá palestras, vamos adquirir conhecimento, conhecer pessoas de estados diferentes, fazer amigos, será uma experiência muito positiva”, afirmou a estudante Mariana Groff.

Hotel de Hilbert

O nome do evento é uma homenagem a um dos maiores matemáticos do século 20, David Hilbert. O alemão desenvolveu o estudo sobre um fato matemático de conjuntos infinitos, e ilustrou a situação com um hotel de quartos infinitos que recebe um número infinito de hóspedes e precisa cada vez alojar mais, confuso não?

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP)

Por terem sido medalhistas na Olimpíada, eles foram selecionados como bolsistas do PIC, que é promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ). As aulas do programa – 10 encontros anuais – são ministradas pela Professora Doutora Patrícia Rodrigues Fortes e visam aprimorar o conhecimento deles sobre matemática.

Junior Pessotto conquistou duas medalhas de bronze – 2012 e 2014 – e uma de prata em 2013. Patrícia Stival recebeu duas menções honrosas - 2013 e 2014 – por ter feito boa pontuação na prova. Já Giovana Rossatto foi duas vezes medalhista de bronze – 2012 e 2014 – e recebeu uma menção honrosa em 2013. E Mariana Groff é bicampeã, ela conquistou em 2013 e 2014 a tão almejada medalha de ouro.

Reconhecimento

Os jovens estudantes afirmaram que os pais e professores ficaram muito orgulhosos com a notícia, e para Giovana isso é um incentivo a mais. “É um reconhecimento do nosso estudo, nosso esforço, e um incentivo para continuarmos nos dedicando”, comemorou a estudante.

Os estudantes seguem se preparando para as próximas olimpíadas, como a de química, informática, astronomia e geografia.

Laura Coutinho - insight@folhadonoroeste.com.br