Frutas típicas do inverno no Rio Grande do Sul, as laranjas, bergamotas e tangerinas são também muito apreciadas nesta época do ano, sendo excelentes fontes de vitaminas e sais minerais que auxiliam a aumentar a resistência do organismo, o que as leva por vezes a ser associada a recuperação de gripes e resfriados, comuns nesta época do ano. De acordo com a nutricionista Scheila Beltramin, a vitamina C é um nutriente que deve estar presente na alimentação de qualquer pessoa, já que não é produzida pelo organismo e traz inúmeros benefícios quando ingerida na quantidade adequada. “A vitamina C, conhecida também como ácido ascórbico pode ser encontrada facilmente em laranjas, bergamota, abacaxi, limão, acerola, tangerina entre outras frutas”, observou Scheila. Como a vitamina C é bastante instável, a nutricionista aconselha a ingestão da fruta e não do suco. Se for tomar o suco, que seja sem adição de água e açúcar e logo após ter sido preparado. “É aconselhável sempre ingerir a fruta do que tomar o suco, pois a vitamina C é bastante instável e assim que entra em contato com o oxigênio perde seu valor nutritivo. Então se você fizer um suco hoje ao meio dia e guardar para tomar a noite, já perdeu todas as suas propriedades benéficas”, disse. A abundância de frutas desta estação é um incentivo a mais para o consumo dessas verdadeiras fontes de saúde. Segundo a especialista, as frutas são ricas em vitaminas e sais minerais essenciais para o organismo. Além disso, elas também fornecem fibras, importantes para regular o intestino. — Consumir as frutas na sobremesa é uma excelente forma de driblar o consumo de doces. O sabor de algumas frutas vem da presença da frutose (açúcar natural das frutas). Elas são uma alternativa para pessoas que têm necessidade de comer doce após as refeições ou até mesmo durante o dia. Sendo assim, uma forma de manter a dieta e aproveitar as outras tantas benesses que uma fruta tem –, disse. Benefícios da vitamina C Melhora a imunidade: a vitamina C aumenta a produção de glóbulos brancos, células que fazem parte do sistema imunológico e que tem a função de combater microorganismo e estruturas estranhas ao corpo. O nutriente também aumenta os níveis de anticorpos no organismo. Assim, o nutriente ajuda a fortalecer o sistema imunológico, deixando nosso corpo menos suscetível a doenças. “Isso não significa que ela possa combater o resfriado depois que ele já está instalado. Se a pessoa já está resfriada, a vitamina C tem função somente de amenizar os sintomas”, ressaltou a nutricionista. Melhora a absorção de ferro: a vitamina C ajuda no transporte e absorção do ferro no organismo. “Por isso é indicado ingerir laranja após comer uma feijoada, pois ajuda na absorção do ferro! Já pessoas com hemocromatose, excesso de ferro nos tecidos devem evitar essa combinação”, ressaltou Scheila. Ação antioxidante: os antioxidantes são pequenas moléculas que agem na proteção do organismo impedindo ou inativando os radicais livres, além de recuperar as partes lesadas por esses radicais. Processo de cicatrização: o uso contínuo da vitamina C como suplemento pode ser benéfico em caso de dor e lesões musculares. “Por vezes a repetições de exercícios não habituais, causou lesões nos músculos. Também foi constatado que o uso da vitamina C auxilia na recuperação desses tecidos”, contou.

Heloise Santi saude@folhadonoroeste.com.br